Chegou a Hora da Technologia Blockchainless: David Sønstebø da IOTA

IOTA causou furor quando chegou ao topo da arena do CoinMarketCap, fazendo algumas altcoins cair pela tabelas, enquanto outras deram adeus a seu posicionamento como parte da nata. 

O transtorno foi intrigante, especialmente considerando que a IOTA negociou quase US$40 milhões em 24 horas após ser listada em um câmbio. Embora o sucesso tenha caído aos pés da IOTA, sendo promovida como uma tecnologia excitante durante sua ICO, a subida foi sem precedentes.

A Cointelegraph decidiu pedir a David Sønstebø, cofundador da IOTA, algumas dicas sobre a ascensão meteórica.

Zero pump and dump

Cointelegraph: O que na verdade levou um projeto tão jovem às cripto alturas?

David Sønstebø: Pode ter parecido que a IOTA veio do nada, mas já está aí há dois anos. De fato, antes da IOTA, nós também inventamos uma versão completa do Proof of Stake através da Nxt que também foi o primeiro Blockchain 2.0 e também o precursor de projetos como o t0 de Patrick Byrne. O desenvolvimento da IOTA começou com centenas de apoiadores em 2015 e tem repetidamente sido coberto por TechCrunch, VentureBeat, Forbes, Cointelegraph, CIO etc., então eu argumentaria que este não é um projeto tão 'jovem' assim.

"No entanto, recusamos fazer qualquer promoção paga ou exchange de listagem até que a tecnologia estivesse madura o bastante, e agora ela está."

CT: Em muitas instâncias, quando altcoins sobem astronomicamente, as pessoas atribuem isso a um pump & dump. O que você tem a dizer sobre isso da IOTA?

DS: A IOTA já estava negociando perto de 1 bilhão nas semanas anteriores a sua exchange de lançamento via OTC/Over The Counter. A IOTA negociou dezenas de milhões de dólares no último mês que leva até este momento, então o preço estava muito de acordo dentro do esperado. Certamente há zero pump & dump.

CT: Vendo as coisas, o crescimento de repente despencou. O que contou para isso?

DS: A 'queda' no volume pode ser atribuída ao fato de a Bitfinex estar sob um DDoS e teve problemas com depósitos e saques, combinado ao fato de que nós adiamos alguns pequenos lançamentos e um grande anúncio.

"Três milhões de dólares enquanto está apenas listado em uma exchange é ainda um território no escalão superior, então, nós não estamos alarmados, novamente, isso é bastante previsível, dadas as circunstâncias temporárias."

CT: A comunidade da criptomoeda pode esperar mais rupturas da IOTA?

DS: A IOTA mal apareceu publicamente: nós apenas começamos, devagar, a liberar informações sobre parcerias nas quais temos trabalhado com grandes organizações desde o final de 2015 e 2016 -- certamente, um monte de notícias para vir neste campo. Além disso, se você ler o roteiro da IOTA, você verá que temos muitos módulos de IOTA em desenvolvimento que vão expandir grandemente a funcionalidade da  IOTA. Então, a resposta é: com certeza.

Blockchainless

CT: O que exatamente de diferente você trará para o horizonte que ainda não esteja aí?

DS: As diferenças mais óbvias que a IOTA traz é uma completa revisão do blockchain, livrando-se dos blocos e da corrente e pondo no lugar um Tangle/Directed Acyclic Graph (Gráfico Acíclico Emaranhado/Direto). Nós resolvemos os maiores problemas do blockchain: taxas, escalabilidade e centralização.

Não ter taxas significa que micro pagamentos são finalmente uma realidade. Na IOTA, você pode mandar 0,00001 centavo se você quiser o destinatário recebe tudo: é um desafio em si mesmo. Pela primeira vez na história você pode conduzir uma transação sem necessidade confiança digitalmente sem taxas. O outro problema que a IOTA resolve é o de escalade: não é segredo para ninguém que todos os blockchains públicos sofrem de um terrível desempenho em termos de taxas de transferência. Mesmo nas condições ideais, eles não escalam para atender leves demandas do mundo real.

"Por isso a IOTA não tem blocos (block) nem correntes (chain), não há gargalos. Em vez disso, a taxa de transferência cresce proporcionalmente à atividade na rede. Quanto mais usuários/atividades, mais taxas de transferência. Isso significa que nós podemos finalmente tornar públicas ideias de distribution ledger e visões fora do laboratório e lançá-las no mundo real."

Finalmente, a IOTA se livra do incentivo à centralização que existe na arquitetura do blockchain. Blockchains sempre centralizam em torno de recursos na forma de mineração e staking-pool, porque isso faz sentido economicamente. Entretanto, isso leva a centralização do ledger: os maiores blockchains são controlados por um punhado de operadores de pool de mineração, o que, novamente, está a mercê de seus provedores ISP.

CT: Alguma mensagem para a sua comunidade ou e para todo o horizonte?

DS: A Distributed Ledger Technology ainda está nascendo, mas acreditamos que a IOTA representa grande passo adiante para amadurecer este horizonte e trazê-lo para o mundo real de verdade. Isso, é claro, não é uma tarefa fácil. É um esforço comunitário, então, quero dar as boas-vindas a qualquer entusiasta neste espaço que queira se juntar a nós para fazer a tecnologia Distributed Ledger útil no mundo real.