TikTok tem 1º vídeo viral do Bitcoin com mais de 1,2 milhão de vizualizações

O TikTok, aplicativo de compartilhamento de vídeos curtos, registrou seu primeiro vídeo viral relacionado ao Bitcoin (BTC) quando o proprietário da empresa lançou um empreendimento de blockchain.

Postado pelo The Wolf of Bitcoins (O Lobo dos Bitcoins), o vídeo mostra um quarto em uma casa aparentemente equipada com dezenas de unidades de hardware de mineração de criptomoeda. O vídeo exibe uma legenda curta, "this is why GPU prices went up" e possui várias tags relacionadas ao Bitcoin, como "Bitcoin", "explicação sobre Bitcoin" e "mineração de Bitcoin."

Primeira aparição do Bitcoin no feed do TikTok

No momento da redação deste artigo, o TikTok acumulou 1,2 milhão de visualizações e mais de 109.000 curtidas na plataforma.

O empreendedor Thomas Schulz mostrou o vídeo do TikTok em um tweet de 14 de dezembro, descrevendo o vídeo como o “primeiro viral do Bitcoin no TikTok”. Schulz esclareceu que não foi ele quem fez esse vídeo, observando que foi a primeira vez que o Bitcoin apareceu em seu feed do TikTok.

O proprietário do TikTok lançou um empreendimento relacionado a blockchain na China

O marco do Bitcoin no TikTok vem logo após o proprietário da empresa lançar uma joint venture de blockchain com o grupo de mídia chinês estatal e o operador do ThePaper.cn. Conforme relatado pelo Cointelegraph em 14 de dezembro, a ByteDance, proprietária do TikTok em Pequim, lançou o empreendimento com um parceiro chinês na província de Shandong, na China, em 10 de dezembro, e supostamente detém uma participação de 49% no projeto.

Conforme relatado, o TikTok possui 500 milhões de usuários ativos mensais e é o terceiro aplicativo mais baixado na Apple App Store dos Estados Unidos. O pequeno feed de vídeo do aplicativo é gerenciado por uma IA criada especificamente para prever e fornecer conteúdo tenha a ver com o usuário.

Críticas à abordagem do TikTok em decidir qual conteúdo mostrar aos usuários

Alguns comentaristas criticaram a abordagem do TikTok para decidir quais vídeos mostrar aos usuários. Em um post de 2018, Connie Chan, uma parceira de risco da empresa de capital de risco Andreessen Horowitz, argumentou que o TikTok “controla completamente o que os usuários veem” usando IA. Ela escreveu:

“A plataforma pode decidir mostrar vídeos otimistas, engraçados e / ou saudáveis - na verdade, toda a vibração da plataforma está sob o controle do TikTok, porque eles, não os usuários, decidem quais vídeos exibir. Mesmo que um usuário assine um criador, não há garantia de que ele verá todos os vídeos do criador."