O homem dos impostos vem aí: investidores americanos e russos recebem novas cobranças para pagar

Noegiantes de Bitcoin enfrentarão novas obrigações fiscais nos EUA e na Rússia, já que as autoridades que desejam obter uma parte da ação começam a "ajustar" as leis. Como a Fortune e outras informam hoje, uma emenda à reforma tributária foi aprovada no Congresso nesta semana obrigará os manipuladores de cripto para cripto a pagar impostos sobre quaisquer ganhos. A mudança no status quo, que vem como uma mudança discreta na legislação, encerra uma lacuna que anteriormente permitia que as chamadas "trocas like kind" (trocas de igual para igual, em tradução livre) ocorressem isentas de impostos.

As trocas "Like kind" permitiam que uma criptomoeda fosse trocada por outra sem desencadear um evento tributável, desde que não houvesse o envolvimento de fiat. Isso permitia que ganhos de capital continuassem crescendo sem impostos. Agora, porém, essa opção deixará de existir nos EUA, aplicando-se apenas aos imóveis a partir de 2018.

Enquanto isso na Rússia, as vendas de criptomoedas por fiat estão atraindo a atenção das autoridades fiscais, que agora exigem que os contribuintes se joguem limpo quanto a seus lucros.

Um detentor anônimo falou à rede de mídia local Business FM sobre a declaração manual de passivos fiscais cripto:

"Não acho que seja a abordagem certa. É mais provável que os legisladores criem algum mecanismo através do qual outras transações possam ser seguidas de forma automática ou via bancos".

Artem Tolkachev, um advogado que trabalha em nome da Deloitte, reiterou que a única maneira "possível" de taxar as transações de criptomoedas seria aplicar a taxa global de 13% da Rússia no ponto de conversão para fiduciário. Taxas de câmbio flutuantes e a compreensão bastante limitada da tecnologia por parte dos funcionários adicionam ao atual impasse na criação de uma alternativa, acrescentou.