Traders apontam que maior barreira do Bitcoin será romper a média de negociação entre US$ 10 e 14 mil

O preço do Bitcoin vem sendo negociado na faixa de US$ 11 mil a pelo menos 3 dias e têm enfrentado dificuldades para romper os US$ 12 mil, para o trader @FilbFilb este padrão ainda deve se manter por um bom período de tempo e é preciso ter cautela com os movimentos de valorização atual, declarou em 05 de julho.

Segundo ele as valorizações atuais não podem ser levadas a sério pois o BTC precisa derrubar a resistência e superar os US$ 12.100 para que os investidores possam começar a imaginar um novo ciclo de valorização, "Os últimos dias foram uma armadilha de urso (na minha opinião) (...) Há ainda muitas ordens de compra em US$ 10 mil", diz, destacando que o aumento acima de US$ 12 mil deve ocorrer só na segunda semana de julho.

O mesmo argumento é usado pelo trader @CeterisParibus que comparou o período atual com a alta de 2017 e ressaltou que naquele momento o BTC foi negociado acima de US$ 10 mil durante três meses "a um preço médio de US$ 13.600", desta forma, ainda podemos esperar uma volatilidade alta nesta faixa que, segundo ele será mais difícil de romper.

“Durante 2017-18, o BTC foi negociado acima de US$ 10K por menos de 3 meses, a um preço médio de US$ 13.600. Nós atingimos este nível e imediatamente recuamos. O intervalo em que estamos agora será o mais difícil de sair”, disse.

Já para o daytrader Akash Girimath, uma análise do gráfico histórico do BTC revela que os preços até podem subir novamente acima de US$ 13 mil, mas depois devem recuar até mesmo abaixo de US$ 9 mil considerando uma comparação com um movimento similar ocorrido em 2013.

"Olhando o gráfico histório, BTC/USD, e comparando com o bear market de 2013 e a posterior valorização no final de 2015 com uma 350 DMA tendo um desvio padrão de 3. A observação interessante é que esta mudança média tem sido uma forte resistência para o preço, que não conseguiu sair desse nível 5 vezes durante a corrida de 2017. Além disso, o preço do Bitcoin, em 2016, disparou para o nível de 0.786, exaurindo o ímpeto dos touros. Depois disso, houve um retrocesso para o nível de 0,618 e uma queda eventual abaixo do mesmo". declarou

Girimath aponta que isso indica que o mesmo movimento descrito pelo trader está acontecendo com o preço do Bitcoin agora, pois ele atingiu com sucesso o nível de 0.786 mícrons e retornou ao nível de 0.618, desta forma, a próxima meta de preço do Bitcoin é um pequeno recuo "seguida por uma breve queda abaixo do nível 0,618 [$ 9,843]!", declara.

Para o trader, embora “A história não se repete, mas muitas vezes rima.” (Mark Twain), este cenário aponta que o BTC pode cair entre os níveis de US $ 9.700 e US $ 8.000, "no entanto, o recuo atual ainda pode testar novas altas em 0,786, ou seja, US$ 13.400", finaliza.

Como reportou o Cointelegraph, após o recente rali, o Bitcoin dará uma pausa, enquanto os operadores voltam sua atenção para as altcoins. No entanto, ao contrário do mercado de touro anterior, desta vez, o mercado vai diferenciar entre as altcoins dependendo de seus casos de uso. Portanto, algumas altcoins podem superar, enquanto outras continuam lutando para subir.