Secretário de finanças tailandês: a Blockchain é benéfica mas as pessoas devem conhecer os riscos

O secretário permanente do Ministério da Fazenda, Somchai Sujjapongse, acha que o Banco da Tailândia e a Comissão de Valores e Câmbio (SEC) da Tailândia precisam avisar oficialmente os clientes sobre os riscos de investir em mercados de criptomoedas, conforme noticiado no The Bangkok Post hoje, 2 de fevereiro.

De acordo com Sujjapongse, um comitê de trabalho sobre criptomoedas, formado pelo Banco da Tailândia, a SEC, o Ministério das Finanças e o gabinete anti-lavagem de dinheiro, em breve divulgará um relatório sobre como avançar com a regulamentação dos criptos.

Em referência ao futuro da regulamentação do investimento no mercado cripto, afirmou Sujjapongse,

"Permitir que as transações de Bitcoin sejam feitas sem avisos e direção dos reguladores não é aceitável".

Em setembro de 2017, a SEC tailandesa mostrou uma disposição para suportar Ofertas iniciais de moedas (ICO) ao anunciar que estariam elaborando regulamentos para as ICOs, pois podem pertencer à categoria de títulos de acordo com a lei tailandesa.

Com a volatilidade recente nos mercados de criptomoedas, Sujjapongse vê uma necessidade de urgência na Tailândia para chegar a uma conclusão sobre a regulamentação das criptomoedas. No entanto, o secretário permanente faz a distinção entre a regulamentação de Bitcoin (BTC) e da tecnologia Blockchain:

"Não é correto considerar a Blockchain prejudicial se não quisermos o Bitcoin, pois a tecnologia Blockchain pode criar benefícios. Podemos aproveitar o uso da tecnologia Blockchain ".

Vários bancos na Tailândia já começaram a procurar tecnologias baseadas em Blockchain para seus serviços financeiros.

O Bank of Thailand realizou uma reunião em agosto de 2017 com Vitalik Buterin, co-fundador do Ethereum, sobre a possibilidade de usar o Ethereum e outros serviços de Blockchain para melhorar a velocidade e a segurança das transações financeiras. Em novembro de 2017, o Banco de Ayudha na Tailândia realizou com sucesso um projeto piloto Blockchain com a IBM que visava melhorar a eficiência do back-office.


Siga-nos no Facebook