O Texas ordena que suspeito de um esquema de 'banco de criptomoedas' que deixe o estado

Os reguladores do Texas emitiram uma ordem incondicional de cessar e desistir para o que se auto-descreve como 'banco de criptomoedas' o AriseBank na sexta-feira, 26 de janeiro, ordenando que ele detenha-se de prestar qualquer serviço aos residentes do estado.

Em um comunicado formal de imprensa, na sexta-feira, o Comissário de Bancos do Texas, Charles G. Cooper sugeriu que o negócio, que gerou considerável controvérsia com suas supostas ofertas, na verdade não oferece "serviços bancários."

O comunicado explica:

"A Ordem de cessar e desistir foi baseada na constatação do Comissário de que o AriseBank violou o Capítulo 31 do Código de Finanças do Texas usando o termo"banco"em seu nome e materiais de marketing para implicar que atua no negócio de operações bancárias neste estado"

"A ordem exige que o AriseBank cesse e desista de implicar que eles se envolvem no negócio de bancos no Texas. O AriseBank também é obrigado a divulgar claramente que eles não oferecem seus serviços aos consumidores no Texas."

O Arise chegou a prominência no final do ano passado, quando uma suposta parceria com a BitShares e um lançamento de uma ICO foram discriminados como uma fraude com as criptomoedas.

Descrevendo-se como "a primeira plataforma bancária descentralizada", o projeto foi liderado por Jared Rice, um personagem que atraiu publicidade negativa por fraudar parceiros de negócios de acordo com o portal de queixas Ripoff Report.

A ICO e a parceria da Arise provocaram uma análise dedicada das atividades do site, os pesquisadores concluíram que os negócios eram "fraude".

Anteriormente, o Cointelegraph relatou que o estado do Texas ordenou de forma semelhante a plataforma agora extinta do Bitconnect para cessar e desistir na venda de títulos não licenciados.

De acordo com a ordem do Texas, o Arise deve agora cumprir os termos e adotar uma abordagem 100% de não atender consumidores do Texas até 26 de janeiro, depois de não responder à ordem original emitida em 5 de janeiro.

O Cointelegraph não pôde verificar a situação com o AriseBank devido ao seu site não estar mais no ar até o momento do fechamento dessa matéria.


Siga-nos no Facebook