Resistência digital do Telegram: a rede aberta e a proibição da Rússia

O Telegram tem sido chamado de “aplicativo de mensagens preferido no mundo de criptomoedas” por muitas fontes, inclusive a Forbes, e mais de 84% dos projetos baseados no Blockchain têm uma comunidade ativa no Telegram.

Por mais de 48 horas agora, o Telegram tem sido banido por provedores de serviços de internet na Rússia. A razão disso foi o fato que o Telegram recusou de fornecer as chaves criptográficas para as agências de segurança russas.

Mas bloquear o Telegram não parece ser uma tarefa fácil para o Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia (Roskomnadzor), o órgão responsável por limitar o acesso às fontes proibidas na Rússia.

Usuários do Telegram em toda a Rússia não sentiram quase nenhuma dificuldade em acessar o serviço, enquanto muitos outros sites russos, até mesmo estatais, enfrentaram problemas, já que o Roskomnadzor bloqueou quase 20 milhões de endereços IP, maioria de quais são pertence a Amazon e o&n