Blockchain do Telegram tem plano de escalabilidade baseada na Ethereum e novas funcionalidades

A blockchain do aplicativo de mensagens Telegram - Telegram Open Network (TON) - abriu recentemente um repositório do GitHub e lançou uma rede de testes em seu site. Um recente artigo da Button Wallet revelou o plano de escalabilidade da TON para sua rede.

O foco principal do plano da TON é dimensionar transações entre seus 300 milhões de usuários usando um protocolo de sharding, tecnologia que também está sendo implementada na Ethereum. A cadeia usará um masterchain com vários shardchains que podem se comunicar uns com os outros antes de serem retransmitidos para o masterchain.

A TON terá uma máquina virtual, semelhante ao EVM da Ethereum, que basicamente manipulará os dados dentro de shards. A rede terá validadores, nominadores, coladores e pescadores - um conceito retirado do white paper inicial da Polkadot. Polkadot está agora lançando a fase inicial de seu projeto apenas com validadores e nominadores.

A equipe da carteira Button Wallet - que permite envio e negociações de criptomoedas dentro do Telegram - lançou o client mínimo e implantou um exemplo de contrato inteligente na rede de teste. A TON estaria sendo escrita de uma maneira muito específica, que afeta como a rede interage com os contratos inteligentes.

O recente lançamento da testnet "Alexander" da Polkadot trouxe um novo conceito de staking, enquanto o roadmap da Ethereum detalhava seu compromisso de tornar o sharding uma realidade. 

A TON estaria entrando no mercado com vários projetos experientes e engenhosos. A cadeia terá que provar sua competência para conseguir deixar de lado nomes como Ethereum, TRON, EOS, Cosmos e Polkadot.

A blockchain mira a base de usuários do Telegram de mais de 300 milhões. Atualmente, a TON não desenvolve uma tecnologia de código aberto e está sendo desenvolvida sem o apoio da comunidade, enquanto Polkadot, Cosmos e Ethereum são orientadas pela comunidade e descentralizadas no desenvolvimento.

A vantagem da TON vem de sua base de usuários. Se puder tornar a implementação de contratos inteligentes muito mais fácil, a ponto de uma pessoa comum poder criar seu próprio contrato inteligente, a TON poderá se tornar a grande concorrente do Ethereum. Conforme reportado anteriormente, o lançamento da rede TON está previsto para o terceiro trimestre de 2019.