Formas de trasnferir Bitcoin e outras criptomoedas livre de impostos: Expert Take

No nosso Expert Takes, líderes de opinião de dentro e de fora da critpoindústria expressam seus pontos de vista, compartilham sua experiência e dão aconselhamento profissional. O Expert Toma fala sobre tudo, da tecnologia Blockchain e financiamento de ICOs até tributação, regulamento e adoção de criptomoeda por diferentes setores da economia.

Se você gostaria de contribuir para o Expert Take, por favor, mande suas idéias e currículo para a.mcqueen@cointelegraph.com.

Apesar das recentes correções nos mercados de criptomoeda, é possível que você tenha grandes ganhos em Bitcoin e outras criptomoedas. Mas os impostos são um perigo omnipresente, e é óbvio que o Internal Revenue Service (IRS) está procurando os relatórios. Com toda a preocupação ao redor das tais 1031 casas de câmbio livres de impostos que não podem mais ser usadas para a criptomoeda, será que existem outras formas de transferir criptomoedas sem precisar pagar impostos? Aqui estão algumas ideias, cada tem suas vantagens e desvantagens.

Contribuir para uma empresa ou parceria

Que tal contribuir a sua criptografia para uma corporação ou parceria que você irá controlar? No geral, transferência de propriedade para uma empresa em troca de suas ações é um evento tributável.

Isso significa que a transação é tratada como se fosse você vendeu sua propriedade para a empresa em troca de dinheiro. A diferença entre o valor de estoque que você recebeu e a base de imposto na propriedade que você transferiu para a empresa resultará em um ganho ou perda. Isso significa impostos. Claro, no geral você não quer que a venda seja tratada assim.

Felizmente, a Seção 351 do código tributário geralmente permite que as pessoas transferem propriedade para uma empresa em troca de ações sem pagar impostos, mesmo que a propriedade seja apreciada. A corporação pode ser uma corporação S (basicamente tributada como fluxo) ou uma corporação C (ela mesma paga impostos ). A corporação pode ser recentemente aberta ou já existente.

Claro que há alguns requisitos que devem ser cumpridos. Mas se você os-cumpre, alguns ganhos em troca de propriedade para estoque podem ser adiados. O IRS pode tributá-lo mais tarde quando o acionista eventualmente vender o estoque recebido em troca. Nenhum ganho ou perda é desencadeado, se que você receba apenas ações em troca de sua propriedade e esteja no controle da empresa imediatamente após a troca.

O controle significa a posse de ações que possuem pelo menos 80% de poder de voto combinado total de todas as classes de ações com direito a voto e pelo menos 80% do número total de ações em circulação de todas as outras classes de estoque da corporação. Se você transfira uma propriedade para uma corporação junto com outras pessoas, você pode fazer isso como um grupo.  Assim você não precisa ter o controle pessoalmente.

A mesma coisa pode funcionar para uma parceria ou uma LLC. As contribuições de propriedade ou dinheiro em troca de interesse de parceria geralmente são eventos de não reconhecimento. De forma semelhante à regra das corporações, as contribuições podem ser livres de impostos, tanto para o parceiro contribuidor quanto para a parceria.

Para as parcerias, esta regra de não reconhecimento está na Seção 721 (a) do Código Tributário. Ela geralmente se aplica, não importa se o contributo seja feito na formação da parceria ou depois que ela existir e operar por algum tempo. Mas existem algumas armadilhas potenciais, o que aplica mais para parcerias do que para corporações. Por exemplo, esta regra de não reconhecimento não se aplica às transações entre a parceria e um parceiro que atua fora de sua capacidade como parceiro ou quando a suposta contribuição é uma venda disfarçada.

Além disso, de acordo com a Seção 721 (b), a regra de não pagar impostos também não se aplica ao ganho realizado mediante a contribuição de uma propriedade para uma "empresa de investimento" de parceria, onde a contribuição resulta na diversificação dos ativos do cedente. Todas essas questões que podem desencadear impostos podem ser difíceis de identificar.

E os presentes?

Você pode dar cripto como presente e isso não provoca impostos de renda. Isso mesmo, não há imposto de renda para você como o doador e nenhum imposto de renda para o destinatário. É claro que, quando o destinatário o transferir ou vender, se aplicarão impostos de renda.

E nesse ponto, o donatário precisa calcular se vai ganhar ou perder. Qual é a base fiscal, já que foi um presente? A base fiscal é a mesma que estava em suas mãos quando você fez o presente.

Tenha em mente que, para evitar impostos de renda, o presente deve ser realmente um presente. A área da lei tributária está cheia de casos de pessoas que alegaram que algo era um presente, mas tiveram problemas com impostos de renda. Como presentes não são sujeitos a impostos de renda, pode parecer atraente tentar caracterizar o dinheiro ou a propriedade que você recebe como presentes. Mas toma cuidado: o IRS ouve muito a desculpa de "isso foi um presente".

E é improvável que o IRS seja convencido a menos que você possa apresentar um documento. Além disso, o IRS esperará que um presente é dado numa situação típica de dar um presente. Por exemplo, se um empregador ou ex-empregador dá um empregado leal, US $ 10.000, é um presente? Não, é um bônus, tratado como um pagamento. Mesmo a tentativa de documentá-lo como um presente pode não alterar isto.

Os verdadeiros presentes podem não levar aos impostos de renda, mas pode haver impostos de presentes envolvidos. Se você der criptografia para um amigo ou alguém da família - na verdade, para qualquer pessoa - pergunte quanto ele vale. Se o presente vale mais de US $ 15.000, isso exige que você faça uma declaração de imposto de presentes. Para 2018, US $ 15.000 é tal quantidade de "exclusão anual". Você pode dar presentes até esse valor a qualquer número de pessoas sem necessidade de declarar.

Quaisquer presentes acima desse valor de US $ 15.000 exigem uma declaração de imposto de presentes, mesmo que você não tenha que pagar imposto de presentes. Em vez de pagá-lo, normalmente você usaria uma pequena porção de sua exclusão ao longo da vida do imposto de presentes e imóveis. Para 2018, esse número aumentou drasticamente. O valor que você pode transferir sem impostos durante sua vida ou na morte chegou a US $ 11,2 milhões por pessoa. Isso é US $ 22,4 milhões por um casal.

Doação para caridade

E se o seu presente não é para uma pessoa, mas para uma instituição de caridade? Se você der a caridade, isso pode ser muito inteligente em relação aos impostos. Se você der a criptomoeda para uma instituição de caridade oficial, você normalmente deve obter uma dedução de imposto de renda pelo valor de mercado justo completo da criptomoeda. Se você a comprou por US $ 500 e doa para uma instituição de caridade 501(c)(3) quando ela vale US $ 15,000, você deve obter uma dedução de contribuição de $ 15,000 para caridade. Além disso, você não terá que pagar o imposto de ganho de capital ou o de renda por o spread de US $ 14.500. Isso é um bom negócio. É por isso que as pessoas mais espertas, em outras palavras Warren Buffett, querem fazer uma doação para a caridade em propriedade apreciada e não em dinheiro.

Lembre-se, se você usar cripto para comprar algo, o IRS considera isso como uma venda de cripto. Você deve calcular se ganha ou perde. Pode ser que você comprou algo com seu cripto. Mas você fez uma venda no processo!

As opiniões e interpretações neste artigo são as do autor e não necessariamente representam as opiniões da Cointelegraph.

Robert W. Wood é um advogado fiscal que representa clientes no mundo inteiro a partir de escritórios da Wood LLP, em San Francisco (www.WoodLLP.com). Ele é o autor de inúmeros livros sobre impostos e freqüentemente escreve sobre impostos para o Forbes.com, Notas Fiscais e outras mídias. Esta discussão não se destina a aconselhamento jurídico.