Carteira cripto suíça 'cartão inteligente' Tangem recebe 15 milhões de dólares do grupo SBI do Japão

Com sede na Suíça, a fabricante de carteira de criptomoeda de "cartões inteligentes" Tangem assegurou 15 milhões de dólares em financiamento da gigante financeira japonesa SBI Group, confirmou a empresa em um comunicado de imprensa em 21 de janeiro.

A Tangem, que começou a emitir suas primeiras carteiras em junho de 2018, tem o objetivo de aumentar a adoção de criptomoedas, fazendo com que os ativos sejam utilizáveis ​​de maneira semelhante aos cartões inteligentes convencionais usados ​​com frequência no transporte e em configurações de fidelidade.

A venda de ingressos e a fidelidade formarão agora dois dos setores-alvo que a Tangem espera alavancar, distribuindo cartões inteligentes de cripto, de acordo com o comunicado de imprensa da Tangem. A empresa também disse que está de olho na distribuição de tokens da oferta inicial de moedas (ICO), identidade e combate à falsificação.

"Com este investimento adicional em 2019, poderemos ampliar nossa oferta de produtos em outros setores e fornecer um melhor suporte para empresas que adotem a ideia de distribuição física de ativos blockchain", comentou o cofundador Andrey Kurennykh no comunicado à imprensa.

Embora a Tangem seja um projeto relativamente incipiente, o investimento marca apenas mais um passo da SBI na esfera da criptomoeda.

Como a Cointelegraph relatou, a empresa está no momento profundamente envolvida com a expansão de sua presença em vários aspectos do setor, desde a abertura de sua própria exchange no Japão até o trabalho com bancos em ferramentas blockchain.

A subsidiária de cripto dedicada da SBI, a SBI Crypto Investment, a mesma entidade por trás do financiamento da Tangem, anunciou na semana passada que estava direcionando uma quantia não revelada para outra startup de carteira suíça, a Breadwinner AG.