Susquehanna está abrindo negociação de cripto, começando com futuros BTC

A empresa norte-americana de comércio e tecnologia Susquehanna International Group está abrindo o mercado de negociação de criptomoedas a seus clientes, inicialmente sob a forma de futuros de Bitcoin (BTC), reportou o New York Times em 5 de junho.

A empresa, sediada em Bala Cynwyd, na Pensilvânia, é uma das maiores empresas financeiras do mundo, negociando investimentos tradicionais, como ações, opções e fundos negociados em bolsa (ETFs). A empresa de capital fechado também construiu um balcão de operações para a compra e venda de criptomoedas em negócios privados nos últimos dois anos. Agora a empresa planeja começar a oferecer moedas digitais para um pequeno grupo de seus 500 clientes, com o objetivo de expandir o serviço no futuro.

Bart Smith, diretor do grupo de ativos digitais da Susquehanna, disse que a empresa acredita que o Bitcoin e outras moedas virtuais têm uma ampla gama de usos, inclusive se tornando um método de pagamento digital para a Internet. Ele disse:

"Acreditamos que essa tecnologia e essa classe de ativos vão mudar alguma faceta dos serviços financeiros e acreditamos que ela vai existir para sempre".

A Susquehanna começará a negociar futuros de Bitcoin, além de permitir que os clientes comprem e vendam BTCs reais e outras moedas digitais como Ethereum (ETH) e Bitcoin Cash (BCH). A fim de negociar as criptomoedas que os reguladores dos EUA classificam como títulos, a empresa recentemente conseguiu a licença de corretora, confirmando que está registrada junto aos reguladores.

A Susquehanna também construiu seus próprios sistemas para armazenar criptomoedas. As chaves privadas são mantidas em dispositivos em instalações externas que não estão conectadas ao sistema de computadores da empresa, o que supostamente as torna mais resistentes a ataques de hackers.

A empresa lidou com o BTC pela primeira vez em 2014 depois que os gêmeos Winklevoss pediram à empresa que se envolvesse com um ETF Bitcoin que eles haviam solicitado que os reguladores criassem. O pedido para o ETF foi negado, mas a Susquehanna manteve um trader de Bitcoin em seus quadros, acrescentando mais no ano passado, quando os mercados de cripto registraram ganhos recordes.

A Fidelity Investment anunciou hoje que está contratando desenvolvedores para construir uma casa de câmbio de criptomoedas em uma nuvem privada e pública. A empresa procurará oferecer “serviços de custódia first-in-class para Bitcoin e outras moedas digitais”.