Startup quer conectar milhares de impressoras 3D em um hub de rede baseado em Blockchain

Poderia ter começado de forma simples imprimindo apenas objetos pequenos, mas nos últimos dois anos, a tecnologia de impressão 3D realmente se superou. Agora, é possível imprimir em 3D minúsculas estruturas usando células vivas ou imprimir uma casa inteira em 24 horas. A ideia por trás da fabricação em 3D não é nova, mas o 3D-TOKEN , um projeto da startup italiana da Politronica Srl quer integrá-la à tecnologia Blockchain para criar um "tipo de" Fábrica global descentralizada"Just-In-Time" 4.0 que combina a revolução digital do século XXI.

Com um crescimento constante, mais de 278.000 impressoras 3D para desktops (menos de $5.000) estavam disponíveis em todo o mundo em 2015, de acordo com o   Wohlers Report 2016 . Os próximos anos tornarão essas impressoras cada vez mais acessíveis, apontando para um possível aumento da demanda. É aí que o projeto 3D-TOKENS quer aproveitar para criar um hub de rede gerenciado Blockchain de milhares de impressoras 3D. O spin-off da Universidade Italiana "Politecnico di Torino"com a Politronica Srl quer trazer fabricação digital just-in-time de pequena a média escala através do projeto 3D-TOKENS para um novo nível.

Juntando forças com o Blockchain

Apelidada de 'Network Robots' Workforce, esta rede poderá alterar as normas tradicionais da indústria em tempo de mercado e custo do produto. A plataforma on-line baseada em Blockchain funcionará como um facilitador entre diferentes projetos inovadores de fabricação em 3D e poderá reduzir significativamente os custos de produção. No momento, a empresa mantém uma rede de 100 impressoras 3D. Através do projeto 3D-TOKENS, eles visam aumentar esse número para 3.000 até o final de 2019 com 1.000 membros na rede e uma capacidade de produção de até 300 toneladas de bioplásticos processados.

A partir de agora, a Politronica Srl consegue manter um acordo através da sua rede atual com gigantes da indústria como a cadeia de compras de design Flying-Tiger Copenhagen (600 lojas a nível mundial). Através desta colaboração, eles lançarão um inovador dispositivo de aprendizado de impressão em 3D de mesa e uma lâmpada chamada Q3D durante os próximos meses.

Investimento multidimensional

O 3D-TOKENS (daí o nome), também apresentará sua criptomoeda nativa chamada 3DT com base no Ethereum Blockchain (seu ICO termina em 11 de Fevereiro). Os usuários poderão participar de campanhas de crowdfunding, gastar moedas em seu mercado interno (como comprar modelos digitais para seus próprios projetos) ou mesmo negociar 3DTs dentro da rede a um preço fixo revelado no final da ICO. E aqueles que mantêm seus 3DTs também poderão receber compartilhamentos de lucros da rede diretamente.

No entanto, pessoas nos EUA e na China não poderão comprar moedas devido a vários regulamentações. Até cidadãos ou residentes de Singapura, Hong Kong e Canadá devem verificar se são elegíveis antes de comprar os tokens não reembolsáveis.

Imprimindo o futuro

Existe um crescente interesse em incorporar a tecnologia Blockchain no mundo de fabricação 3D. Ela (a tecnologia) está sendo gradualmente aceita, até mesmo a US Navy considerou fazer uso da transferência de dados segura que o Blockchain poderia fornecer ao seu processo de impressão em 3D. Vários estágios do próprio processo de impressão em 3D podem se beneficiar das peculiaridades descentralizadas da Blockchain, distribuindo tarefas como a etapa de corte entre 14 usuários diferentes para facilitar a capacidade do computador

Se aceita, a rede 3D-TOKEN poderia acelerar o mercado de impressão em 3D para todo o seu potencial. A empresa iniciará a expansão da rede no norte da Itália. Posteriormente para a Europa e, esperançosamente, em um futuro nível global.

Até o ETH voltar para $1.350, a Politronica Srl oferece um bônus de 50% em vez de 25% para cada compra de token.

 

Aviso legal. A Cointelegraph não endossa nenhum conteúdo ou produto nesta página. Embora tenhamos o objetivo de lhe fornecer todas as informações importantes que possamos obter, os leitores devem fazer suas próprias pesquisas antes de tomar quaisquer ações relacionadas à empresa e assumir a total responsabilidade por suas decisões. Este artigo não pode ser considerado como um conselho de investimento.


Siga-nos no Facebook