Sucesso na receita de Bitcoin da Square contrasta com avisos de lucro após recorde nos resultado do quarto trimestre

A plataforma de pagamento dos EUA Square registrou US$ 166 milhões em receita anual com Bitcoin (BTC) em 2018, segundo dados de seu relatório anual de lucros publicado em 27 de fevereiro.

A Square, que compartilha seu CEO, Jack Dorsey, com o Twitter, alcançou pouco mais de US$ 52 milhões em vendas de Bitcoin no quarto trimestre, superando o terceiro trimestre em US$ 9 milhões e o segundo trimestre em mais de US$ 15 milhões.

O claro lucro das operações de Bitcoin, que envolve o app Cash da Square, permanece baixo e os custos de compra representam a grande maioria das receitas.

No entanto, os números do setor de Bitcoin parecem impulsionados pelos resultados, que contrastam com uma desaceleração prevista pela Square de forma mais geral, com as ações caindo após a publicação do relatório de lucros e do aviso de lucro do primeiro trimestre de 2019.

“Para o ano que vem, continuamos a nos concentrar em três coisas […]: adicionar força aos pagamentos em pessoa, pagamentos móveis e também on-line. Estamos muito empolgados com tudo o que estamos fazendo nos serviços financeiros”, disse Dorsey à CNBC em uma declaração posterior.

Como Dorsey confirmou ao podcast de Stephan Livera no início deste mês, a Rede Lightning e suas transações instantâneas, quase sem taxa, poderão em breve aparecer no Cash da Square.

"Acho que há muito mais que podemos fazer ... em termos de tornar (Bitcoin) mais transacional ... tornando simples o suficiente para justificar a compra de uma xícara de café pela manhã", disse ele.

A Square começou a oferecer compras de Bitcoin no primeiro trimestre do ano passado após os testes iniciais, a partir de novembro de 2017.