Autoridade portuária espanhola junta-se a plataforma Blockchain desenvolvida pela IBM e Maersk

A autoridade portuária da Baía de Algeciras (APBA) assinou um acordo pelo qual colaborará com a IBM em sua plataforma de remessa Tradelens, informou a Europa News em 21 de janeiro. A Tradelens é uma plataforma digital baseada na tecnologia blockchain desenvolvida pela IBM e gigante de transporte marítimo internacional Maersk.

Algeciras é um dos 10 portos mais movimentados da Europa, hospedando mais de 70 milhões de toneladas de tráfego de carga anualmente. Em 2017, o porto teve um volume de contêiner de 4,3 milhões de contêineres.

De acordo com uma nota da APBA vista pela Europa News, a plataforma permitirá à APBA trocar informações e documentação de forma mais segura e eficiente entre parceiros dentro de uma cadeia de suprimentos. Pela nota, a plataforma irá gerar valor para os transportadores, agentes de carga, operadores logísticos e empresas de transporte.

Europa Press afirma que até o final de 2018, a solução integrou mais de 100 organizações e 20 operadores portuários. A Tradelens registrou 230 milhões de envios e processou mais de 20 milhões de contêineres.

Os principais operadores portuários têm implementado cada vez mais a tecnologia blockchain para agilizar suas operações. Em outubro de 2018, o Porto de Roterdã, na Holanda, fez uma parceria com o grande banco holandês ABN AMRO e a subsidiária de TI da Samsung para testar o blockchain para envio.

Em junho de 2018, uma subsidiária da Abu Dhabi Ports se tornou a primeira entidade no país a implantar sua própria solução blockchain. A subsidiária, Maqta Gateway LLC, desenvolveu e lançou a Silsal - uma tecnologia baseada em blockchain que visa melhorar a eficiência no setor de transporte e logística.

A operadora portuária líder no Reino Unido, Associated British Ports, assinou um acordo em setembro de 2018 com o facilitador de logística digital Marine Transport International para desenvolver blockchain para logística portuária.