Casas de câmbio digital sul-coreanas avaliam as auto-regulamentações

Uma associação de casas de câmbio de criptomoedas da Coreia do Sul disse que está planejando verificar se seus membros estão seguindo um conjunto de medidas de moedas digitais adotado no ano passado, conforme relatado pelo jornal local Yonhap News em 21 de Fevereiro.

A "Korean Blockchain Industry Association" (Associação das indústrias Blockchain da Coreia), que atualmente é constituída por 33 casas de câmbio digital sul-coreanas, afirmou que vai realizar avaliações em 21 casas participantes, incluindo grandes plataformas de negociação como a Coinone , Bithumb e Korbit .

Em meados de Dezembro de 2017, a Korean Blockchain Industry Association anunciou que planeja "estabelecer um conjunto de códigos éticos específicos nas bolsas de moeda virtual, incluindo transações internas e manipulação de mercado", depois que as autoridades financeiras sul-coreanas começaram a considerar a regulamentação das criptomoedas.

O movimento de auto-regulamentação entre as casas de câmbio sul-coreanas teve como objetivo proporcionar maior transparência nas negociações para aliviar as preocupações com o "frenesi do Bitcoin " do país em Dezembro de 2017, durante o qual um influxo repentino de investidores sul-coreanos começou a comprar Bitcoin .

Semana passada no Reino Unido, sete das maiores empresas de criptomoeda do mundo, incluindo a Coinbase , formaram o primeiro corpo comercial auto-regulamentador do país, o CryptoUK. Em 16 de Fevereiro, A Cointelegraph relatou que outro órgão auto-regulamentador de criptomoedas está sendo considerado no Japão pelos dois grupos da indústria de moedas digitais do país, mas a decisão ainda não foi finalizada.