Empresa sul-coreana de biotecnologia vai usar blockchain para Big Data de ecossistema genômico

A empresa de biotecnologia pública sul-coreana Macrogen, principal provedora de serviços de sequenciamento de genes do país, está desenvolvendo uma plataforma de big data genômico baseada em blockchain em conjunto com a empresa de tecnologia local Bigster, segundo um comunicado de imprensa de 6 de agosto.

A nova parceria alavancará a tecnologia blockchain para criar um big data de ecossistema médico que permita o armazenamento seguro e privado e a transferência de grandes quantidades de informações genômicas e pessoais confidenciais.

Como observa o press release, os avanços na genômica estão reformulando o panorama médico global, permitindo diagnósticos, tratamentos e prevenção personalizados individualmente. O big data médico, que integra informações genômicas, de saúde e estilo de vida dos indivíduos, é altamente sensível e tem valor excepcional para as indústrias farmacêutica e de saúde.

Falando ao canal de notícias local The Korea Herald, o CEO da Macrogen, Yang Kap-seok, comentou:

“Apesar de sua ampla utilidade, os dados genéticos têm sido difíceis de movimentar devido a questões de proteção da privacidade e barreiras tecnológicas. Esperamos que nossa próxima plataforma baseada em blockchain permita que dados genéticos e médicos de alta saúde sejam distribuídos livremente”.

A Macrogen e a Bigster pretendem desenvolver a plataforma até junho de 2019 e optaram por criar um blockchain autorizado que restringiria o acesso a instituições específicas, como empresas farmacêuticas, empresas de biotecnologia, hospitais e institutos de pesquisa.

Como a Cointelegraph reportou em maio, um precedente para o uso de blockchain para a troca segura de dados genômicos foi estabelecido pela cooperação da americana Nebula Genomics com a Longenesis — sendo esta última uma parceria entre a Insilico Medicine sediada em Hong Kong e o Bitfury Group.

Em abril, a gigante norte-americana de saúde UnitedHealth Group anunciou que implementaria o blockchain para manter seus registros atualizados de maneira mais eficiente, segura e acessível.