Coréia do Sul acaba com negociações anônimas de criptomoedas, casas de câmbio vão finalmente adicionar novos usuários

A partir de 30 de janeiro, os negociantes sul-coreanos de criptomoedas deixarão de ser capazes de negociar criptomoedas como o Bitcoin e o Ethereum anonimamente.

Na semana passada, as principais casas de câmbio de criptomoedas no mercado local, incluindo Korbit e Bithumb, anunciaram que a partir de 30 de janeiro, os comerciantes anônimos serão proibidos de investir no mercado. A partir de hoje, os investidores devem passar por um rigoroso processo de verificação para investir no mercado.

A equipe da Korbit disse em um comunicado obtido pelo Cointelegraph:

"Os não-coreanos, residentes e não residentes, não serão autorizados a depositar o KRW em quaisquer negociação domésticas de criptomoedas quando o novo método de depósito KRW for implementado.  Para cumprir com a identificação e regulamentos de anti-lavagem de dinheiro que têm sido investigado pelo governo, o atual método de depósito do KRW será encerrado até o final de janeiro de 2018. "

O Kookmin Bank, o maior banco do país, também parou de fornecer contas bancárias virtuais para casas de câmbio de criptomoedas. Na Coreia do Sul, as plataformas de negociação fornecem a cada comerciante uma conta bancária virtual com a qual os comerciantes podem usar para retirar e depositar o won coreano sem usar contas bancárias reais. Da conta bancária virtual, os comerciantes podem então retirar para suas contas bancárias reais.

Em vez disso, o Shinhan Bank, o segundo maior banco da Coréia do Sul, juntamente com mais cinco prestadores de serviços financeiros, começaram a apoiar empresas e investidores de criptomoedas. Os comerciantes existentes são obrigados pelas casas de câmbio locais para usar contas bancárias do Shinhan Bank e de outros bancos no país que suportam o investimento em criptomoedas.

No início de dezembro do ano passado, o ministro da Justiça da Coréia do Sul, Park Sang-ki, foi fortemente criticado por sua declaração prematura sobre uma lei de proibição de negociação de criptomoedas. Evidentemente, desde então, o governo sul-coreano trabalhou no sentido de regulamentar o mercado, assegurando que os investidores sejam protegidos e que as empresas estejam em conformidade com os regulamentos.

É otimista que o governo sul-coreano tenha adotado a abordagem de regulamentar o mercado ao invés de proibir o comércio de criptomoedas, como o ministro Park sugeriu em dezembro. Mas, os especialistas temem que o governo sul-coreano esteja impondo regulamentos excessivos ao mercado local, o que pode dificultar a evolução no setor.

No início deste mês, Yoon Seok-Hyun, professor da universidade mais prestigiada da Coreia do Sul na Universidade Nacional de Seul, declarou que o governo está apressando a implementação de regulamentos rígidos que poderiam afetar negativamente as empresas e os investidores no setor. Yoo disse:

"A falsa e prematura proposta das criptomoedas introduzida pelo ministro da Justiça do país foi apressada e desnecessária. O governo deve se preparar para que Blockchains públicas sejam utilizadas como plataformas inovadoras depois que a especulação excessiva no mercado de criptomoedas diminuir. É importante que o governo regule o mercado corretamente em um setor incerto como o mercado de criptomoedas."

Regras de impostos

A maioria dos investidores de fora do mercado sul-coreano não estão cientes do fato de que as casas de câmbio de criptomoedas em breve serão solicitadas a enviar detalhes de qualquer transação que ultrapasse um certo valor para as autoridades fiscais sul-coreanas.

Mantendo criptomoedas como poupança não deixa os investidores sujeitos a impostos. Mas, a venda de criptomoedas após registrar os ganhos do investimento pode estar sujeita ao imposto sobre o ganho de capital. As autoridades fiscais locais solicitaram às casas de câmbio sul-coreanas que implementem um sistema que transfere de forma autônoma detalhes de transações de usuários que comercializam grandes quantidades para a investigação fiscal.

Conclusivamente, a abordagem do governo sul-coreano é otimista, uma vez que desistiu de proibir completamente o comércio de criptomoedas. Mas, no futuro, será difícil para os investidores locais trocarem grandes quantidades de criptomoedas livremente.