Sony desenvolve solução blockchain para gerenciamento de direitos com parcerias internas

A multinacional de tecnologia japonesa Sony revelou que está trabalhando em uma extensão do seu sistema de gerenciamento de direitos digitais com blockchain na segunda-feira, 15 de outubro. O projeto é uma parceria com a Sony Music Entertainment Japan e a Sony Global Education.

O projeto ainda sem nome - cuja comercialização está sendo atualmente "considerada" - visa especificamente "gerenciar informações relacionadas a direitos de obras escritas".

O anúncio ocorre cerca de um ano depois que a Sony anunciou seu produto blockchain original para dados educacionais, quando fez parceria com a gigante da tecnologia IBM.

O comunicado de imprensa observa que esse “novo sistema” é construído a partir do sistema desenvolvido anteriormente pela Sony e pela Sony Global Education para “autenticação, compartilhamento e gerenciamento de direitos de dados educacionais e, adicionalmente, recursos para processar informações relacionadas a direitos”.

No comunicado de imprensa de 15 de outubro, a Sony observa que “os avanços nas tecnologias de criação de conteúdo digital permitem que qualquer pessoa transmita e compartilhe conteúdo”, acrescentando:

“Mas a gestão de direitos desse conteúdo ainda é realizada convencionalmente pelas organizações do setor ou pelos próprios criadores, necessitando de uma maneira mais eficiente de gerenciar e demonstrar a propriedade de informações relacionadas a direitos autorais para trabalhos escritos.”

O complicado processo de proteção dos direitos digitais contra a falsificação levou ao desenvolvimento de vários projetos de blockchain, cada um visando um nicho ligeiramente diferente dentro da esfera maior.

A natureza exata do blockchain a ser usado pela Sony, entretanto, permanece incerta, com a empresa descrevendo a tecnologia de forma mais geral como uma maneira de “registrar informações verificáveis de uma maneira difícil de falsificar”.

“O Grupo Sony também está considerando maneiras inovadoras de usar a tecnologia blockchain para gerenciamento de informações e distribuição de dados em vários campos diferentes”, acrescentou.

Em agosto, o Escritório de Marcas e Patentes dos EUA (USPTO) divulgou duas patentes da Sony que haviam sido registradas para estimular ecossistemas baseados em blockchain.