Algo pesado chegando ao Blockchain, futuro da viagem de peixes assegurado

Um problema incomum e inesperado com o transporte de peixe em todo o mundo poderia ser resolvido com um uso ainda mais surpreendente da tecnologia, já que os que enviam frutos do mar estão procurando implementar o Blockchain para manter registros.

É um pouco desconcertante saber que uma epidemia de erros estão presentes nas empresas marítimas que transportam peixes e frutos do mar. Foi estimado na última década que 30% dos frutos do mar enviados globalmente estão sendo rotulados erroneamente. De fato, certos peixes, como o lutjanus, o perca e a garoupa, foram incorretamente rotulados em torno de 80% das vezes, tornando-o quase pior do que o trabalho de adivinhação.

Tecnologia embaraçosa

É um pensamento desagradável para os clientes, mas as empresas de frete estão tão preocupadas com o fato de que simples erros clericais estão ocorrendo na entrega de seus produtos. O uso da tecnologia desatualizada tem uma grande parte a desempenhar, já que ainda é principalmente um sistema de roteiros (AWBs na sigla em inglês) baseado em papel que precisa ser movido através de dezenas de mãos em locais amplos e distantes.

O passo lógico seria as rotinas eletrônicas, mas mesmo este sistema ainda está enraizado em idéias e processos quase obsoletos. Assim, os departamentos de TI dessas empresas de frete foram além dos seus reinos habituais.

O futuro da viagem do peixe

A idéia de usar a tecnologia Blockchain parece ser capaz de se traduzir nas necessidades dessas companhias de navegação: um sistema, em uma nuvem, que pode gravar automaticamente sempre que uma transferência muda de mãos, criando esse registro permanente de transações físicas de bens em um livro-razão não editável e de história compartilhável.

A tecnologia Blockchain não é nada nova, e não ocorreu apenas com a invenção da criptomoeda. Na verdade, as empresas de frete já a consideraram antes; no entanto, os desenvolvimentos através de moedas digitais levaram-na à frente novamente.

Seu efeito nos setores monetário e bancário despertou um novo interesse em uma grande porcentagem de entrevistados em uma pesquisa que afirmava que a tecnologia Blockchain simplificaria e regularia o trabalho administrativo no transporte marítimo.

Jody Cleworth, CEO do fretador britânico Marine Transport International Limited, diz que a tecnologia está à altura do hype. "O Blockchain tem a possiblidade de capacitar nossa indústria em uma verdadeira era digital", disse ele. "O grande volume de contêineres processados por ano significa que a descentralização segura do gerenciamento desses contêineres reduzirá radicalmente a complexidade do transporte marítimo".

Já existem alguns testes de projetos que estão sendo promulgados no negócio de frete marítimo com a esperança de que eles possam ser a cobaia para outros, como o frete aéreo.


Siga-nos no Facebook