Alternativa mais soft de ETF de cripto agora visa os investidores dos EUA, diz Bloomberg

Uma nota negociada em bolsa baseada em Bitcoin (BTC), listada na bolsa Nasdaq de Estocolmo, está agora sendo direcionada para investidores norte-americanos, informou a Bloomberg na quarta-feira, 15 de agosto.

Como muitos nos EUA querem ver um fundo negociado em bolsa Bitcoin (ETF) aprovado pelos reguladores, esta alternativa chamada "soft" tem sido negociada na bolsa sueca desde 2015, mas agora está sendo cotada em dólares sob o ticker CXBTF a partir de quarta-feira.

O produto, batizado de Bitcoin Tracker One, ainda é tecnicamente listado e negociado na Suécia, mas muitos consideram esta última ação como uma porta de entrada para os investidores norte-americanos. Como o CEO da CoinShares Holdings, Ryan Radloff, disse à Bloomberg:

“Todo mundo que está investindo em dólares agora pode ter acesso a esses produtos, enquanto antes eles só estavam disponíveis em euros ou em coroa sueca. Dado o clima atual na frente regulatória nos EUA, essa é uma grande vitória para o Bitcoin.”

Como observa a Bloomberg, negociar o Bitcoin Tracker One é agora “semelhante a comprar um recibo de depositário americano, em que os comerciantes verão um ativo listado em bolsa em dólares americanos.” Para fazer isso possível, os investidores comprariam as ações F, o que significa que os negócios de ETN são executados em dólares, mas todos os pagamentos, compensações e custódia ocorrem no mercado sueco.

Ao contrário de um fundo negociado em bolsa, uma ETN é um instrumento de dívida que é apoiado por um emissor — como um banco — em vez de estar vinculado diretamente a um ativo. A Bloomberg observa que a ETN poderia apelar aos investidores como uma alternativa ao Bitcoin Investment Trust da Grayscale, outra forma de instrumento de investimento passivo que está atualmente disponível para aqueles que não querem realmente armazenar e manter a criptomoeda em si.

Como a Cointelegraph relatou, há atenção significativa dedicada à aprovação pendente de vários ETF's em Bitcoin de alto perfil pelos reguladores dos EUA. Se forem aprovados, há várias opiniões quanto ao seu impacto futuro no espaço de cripto. A Ran NeuNer, da CNBC, apostou em que, uma vez que tais pontes para o setor financeiro convencional estejam em andamento, a demanda positiva de 2017 para a cripto virá a "parecer uma preparação".

Os ferrenhos do Bitcoin Andreas Antonopoulos e Nick Szabo, enquanto isso, ambos compartilharam ceticismo sobre ETF esta semana, com o último argumentando que “o dinheiro administrado pela Wall Street pode causar mais problemas do que vale a pena”.