SoFi lança negociação cripto sem taxas para Bitcoin, Ether e Litecoin

A SoFi, empresa financeira baseada na Califórnia (EUA), lançou negociação de criptomoedas em sua plataforma SoFi Invest.

De acordo com anúncio de 25 de setembro, a negociação de criptos na SoFi Invest une-se agora à lista de negociações de ações e fundos negociados em bolsa que foram introduzidos anteriormente.

A SoFi Invest agora oferece a clientes a oportunidade de comprar três grandes criptomoedas como Bitcoin (BTC), Ether (ETH) e Litecoin (LTC), e a empresa afirma que os usuários não precisarão configurar suas carteiras cripto, como é especificado no website da plataforma.

Demanda crescente de clientes por criptos

Para dar as boas-vindas aos novos usuários de criptos em sua plataforma, a SoFi também oferece um bônus de US$ 25 para aqueles que se inscreverem em uma conta de “entidade cripto” da SoFi e comprarem pelo menos US$ 10 em qualquer criptomoeda em sete dias. A oferta expira em 31 de dezembro de 2019, observou a empresa.

O CEO da SoFi, Anthony Noto, enfatizou que a mudança da empresa foi desencadeada principalmente pelo aumento da demanda de clientes por negociação cripto. Noto disse no anúncio:

“O feedback de nossos membros deixaram claro que uma parcela significativa não está apenas interessada em aprender mais sobre criptomoedas, mas também já quer comprar e vender criptos [...] Estamos muito satisfeitos por adicionar este novo produto ao SoFi Invest, mas também acesso, educação e manutenção de custos baixos para nossos membros, é o ponto central do que nós fazemos. ”

Parceria com a Coinbase

Os planos da SoFi de lançar negociação cripto apareceram primeira vez em fevereiro de 2019, quando a empresa anunciou sua parceria com a exchange norte-americana Coinbase para implantar suporte à negociação de criptos.

Segundo uma matéria da Fortune, a SoFi vai obter as criptomoedas para completar suas ordens de cliente da Coinbase. Até hoje, a SoFi Invest teria reunido mais de 100.000 usuários, enquanto a opção de negociação cripto não está inicialmente disponível em alguns estados dos EUA, incluindo Nova York e Nova Jersey, devido a problemas de conformidade regulamentar.