A plataforma de mídia social Mithril torna-se a primeira a migrar para a Binance Chain

A plataforma de mídia social descentralizada Mithril (MITH) adotou a Binance Chain, a principal rede da principal exchange de criptomoedas, a Binance. O desenvolvimento foi anunciado por Mithril em um post publicado no dia 18 de abril.

Com o passo, a Mithril - uma plataforma de mídia social que premia os criadores de conteúdo com seu token nativo MITH - torna-se o primeiro a mudar para a Binance Chain, com o token MITH migrando do ERC-20 para o BEP2. Na Mithril, os usuários ganham MITH através da mineração de Mithril, enquanto gerenciam seus ativos na plataforma VAULT da empresa.

Os usuários da Binance poderão retirar as carteiras MITH para BEP2 após a conclusão da migração inicial do MITH baseado em ERC-20 para BEP2. O desenvolvimento não terá impacto nas versões ERC-20 da MITH mantidas em carteiras privadas de ethereum (ETH).

A Binance lançou a Binance Chain ontem, 18 de abril, e espera executar o swap de sua moeda nativa Binance Coin (BNB) em 23 de abril. A exchange inicialmente revelou seus planos de lançar sua própria blockchain em dezembro de 2018, pretendendo construir uma base para emissão de novas criptomoedas e tokens da oferta inicial de moedas (ICO).

Juntamente com o lançamento da Binance Chain, a exchange forneceu detalhes para a conversão dos tokens ERC-20 BNB em moedas BNB (BEP2) baseadas na Binance Chain. Como tal, a Binance enfatizou que não apoiará a retirada dos tokens do ERC-20 BNB após o dia 23 de abril.