Startup de Cingapura garante US$12,3 bilhões em ativos na plataforma Blockchain

 

A FUSION, empresa de financiamento cripto sediada em Cingapura, garantiu US$12,3 bilhões em ativos financeiros de três parceiros estratégicos, que trancarão esses ativos na plataforma pública de blockchain da startup, informou a Reuters em 1º de junho.

Os fundos foram supostamente fornecidos por três empresas, FormulA, Carnex e KuaiLaiCai, que operam nas áreas de gestão de ativos, financiamento de carros e gestão da cadeia de fornecimento de restaurantes, respectivamente.

Ao depositar as somas no blockchain FUSION, os participantes se comprometem a usar o blockchain para gerenciar e processar as transações desses fundos.

Ao usar a FUSION, as empresas receberão acesso a uma rede financeira global, poderão negociar várias moedas cripto e terão uma escolha mais ampla de instrumentos financeiros. O fundador da FUSION, DJ Qian, comentou o negócio:

“FUSION é como um conector de valor. Toda empresa tem seu próprio ecossistema e o dinheiro flui de um jogador para outro. Mas esse ecossistema é realmente limitado. O que a FUSION está tentando fazer é criar uma plataforma que ajude esses ecossistemas a se conectarem quando tiverem digitalizado seus ativos”.

Ontem, a Cointelegraph informou que uma startup de tecnologia financeira americana, a Paxos, levantou US$65 milhões de investidores para reforçar suas operações, como fornecer serviços baseados em blockchain para instituições financeiras, e operar câmbio digital e custodiante.

No início desta semana, a Tradeshift, uma empresa da cadeia de fornecimento baseada na nuvem, disse que iria impulsionar o desenvolvimento do blockchain com o dinheiro que recebeu de sua última rodada de financiamento. A série E Round, que incluiu a Goldman Sachs entre seus principais colaboradores, valia US$250 milhões, elevando o total de fundos de investimento para US$400 milhões.