Shell investe em startup de energia baseada em blockchain

A Shell, quinta maior empresa de gás e petróleo do mundo, investiu em uma startup de energia baseada em blockchain, conforme a Forbes noticiou em 10 de julho.

A gigante europeia de petróleo e gás teria investido uma quantia não revelada na empresa  nova-iorquina LO3, cuja plataforma Exergy tem recursos para rastrear energia com tecnologia blockchain.

O recente investimento na LO3 marca o quarto investimento público da Shell em empresas relacionadas a blockchain, observou a Forbes, listando plataformas como Vakt, Komgo e Applied Blockchain como outras empresas de blockchain do portfólio da Shell.

Segundo o texto, a Shell tem a opção de converter seu investimento em tokens nativos da LO3, chamados XRG, que seriam usados pra incentivar a plataforma e dar acesso à sua rede de distribuição de energia. A empresa inicialmente tinha planos de levantar fundos através de uma oferta inicial de moeda (ICO) para o XRG, mas os planos foram suspensos, diz a matéria.

A Exergy da LO3 é atualmente baseada na blockchain Ethereum, mas também foi desenhada para integração com a blockchain EOS, segundo a Forbes.

Desde o fim de 2018, a Shell é um dos membros da Vakt, uma plataforma blockchain para negociação de commodities de energia, ao lado de grandes petrolíferas como BP e Equinor.

Recentemente, a startup baseada na Austrália Power Ledger anunciou o lançamento de sua rede peer-to-peer de distribuição de energia em Graz, segunda maior cidade da Áustria. Semelhante à LO3, a empresa pretende otimizar o gerenciamento de energia e gradualmente mudar para energia zero-carbono.