Secretariado da ONU firma acordo sobre ação climática com recompensa em criptomoedas

Uma iniciativa das Nações Unidas sobre mudanças climáticas assinou um Memorando de Entendimento (MoU) com a empresa blockchain W-Foundation, de acordo com um comunicado compartilhado com o Cointelegraph nesta quinta-feira, 16 de maio.

De acordo com o novo MoU, a Secretaria da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças do Climáticas (UNFCCC) trabalhará com a W-Foundation, com sede na Coréia do Sul, para promover projetos globais de ação climática, incluindo a compensação de emissões de gases de efeito estufa usando recompensas em criptomoedas.

Especificamente, o recente Memorando concentra-se na implementação do aplicativo blockchain da W-Foundation, o HOOXI, uma rede social móvel e de jogos baseada em blockchain.

Disponível em iOS e Android, o aplicativo HOOXI incentiva as pessoas a reduzir suas emissões de gases do efeito estufa em troca de pontos em cada missão. Esses pontos são usados para uma classificação competitiva dos usuários. A cada mês, os 20% melhores usuários são recompensados com a criptomoeda W Green Pay (WGP).

O Secretariado da UNFCCC e a Fundação W começaram a trabalhar juntos na iniciativa em novembro de 2018.

Além do HOOXI, o novo MoU incorpora uma série de outros projetos, incluindo a formação de uma metodologia baseada em um Programa de Atividades para um subconjunto do portfólio do HOOXI App e a aplicação de tecnologia de registro distribuído (DLT) em mercados de compensação.

A W-Foundation é uma organização ambiental sem fins lucrativos e uma organização de doação designada pelo Ministério de Estratégia e Finanças da Coreia do Sul.

A secretaria da UNFCCC foi estabelecido em 1992, após a adoção da convenção UNFCCC, representando um tratado base para o Protocolo de Kyoto, assinado em 1997, e para o Acordo de Paris de 2015. O órgão revelou seus planos para usar a tecnologia blockchain em ações relacionadas às mudanças climáticas em 2017, conforme informado pelo Cointelegraph.

Recentemente, a fabricante de automóveis britânica Jaguar Land Rover anunciou seus planos para usar a blockchain da Iota para recompensar os motoristas com criptomoedas em troca de relatórios de dados.