Segunda ação apresentada e problemas da Texos continuam

O calvário da antiga ICO Tezos continua, já que um segundo processo em tantas semanas foi apresentada contra a empresa. Novamente, o processo é apresrntado como uma ação coletiva, embora desta vez no Tribunal Federal do Distrito na Flórida.

A apresentação deixa claro que o ICO era realmente uma oferta de títulos, embora a empresa não tenha se comprometido a receber a aprovação da SEC para a emissão de um título, nem providenciou que todos os investidores fossem "credenciados" de acordo com a SAFT. De acordo com o processo:

"Não obstante as tentativas dos arguidos de evitar o escrutínio governamental e privado, é claro que os financiadores eram realmente investidores que buscavam lucro em um título e que os réus promoveram e realizaram uma oferta não registrada de valores mobiliários, e não uma fundação de caridade".

Este processo segue a linha da primeira petição, apresentada anteriormente na Califórnia, que afirmou que os Breitman e a equipe Tezos estavam realmente oferecendo valores mobiliários para seus investidores e procuraram induzi-los a erro quanto à natureza do investimento. O número total de demandantes na ação coletiva ainda não é conhecido.


Siga-nos no Facebook