Golpistas roubam mais de US $ 1,8 milhões se passando por administradores da ICO do Seele

A Oferta inicial de moedas (ICO)   do Seele, um projeto Blockchain que se auto denomina como "blockchain 4.0," foi comprometido por golpistas que roubaram mais de $1,8 milhão em Ether . Os atacantes conseguiram enganar os investidores se passando por administradores no canal da empresa no Telegram, conforme relatado em um artigo publicado domingo, 4 Fevereiro pelo site de notícias "Finance Magnate".

A queda oficial do ICO de Seele de 1 bilhão em tokens SEELE ERC-20 - compatíveis devem ocorrer "em breve", de acordo com o ICOdrops .

Os golpistas, que se apresentam como dois administradores do canal oficial da Seele no Telegram @SeeleSupport e @nicsmith, solicitaram aos membros do chat Seele sobre o recurso de mensagens diretas para Ether como parte de uma venda privada. O Doutor Nick Smith é um analista de dados da Seele, e o canal Telegram informou que o golpista usou seu nome e imagem falsa na conta de administrador.

PIC

O administrador real de Seele respondeu com uma declaração oficial fixada em seu canal Telegram nesta manhã, escrevendo que eles formaram uma equipe de resposta de emergência e adicionou um método de autenticação dupla para administradores.

A declaração também postou o endereço da carteira do golpista, 0xB3239EF7a0fC08d56402a44A5367b8cdDaf295b8 , que tem um valor de cerca de $1.875.622,75 no momento desta publicação.

Pic2

A declaração oficial da Seele acrescentou:

"Estamos profundamente tristes pelo golpe. Embora a Seele não tenha iniciado a pré-venda, assumiremos as responsabilidades para minimizar a perda de membros da comunidade, fazendo planos de compensação detalhados ".

Múltiplos membros do canal Seele no Telegram referiram-se à fraude como um "trabalho interno", com base na ideia de que apenas um administrador pode fazer de outra pessoa um administrador.

Golpes de criptomoedas e ICOs estão longe de serem raros. Em 29 de Janeiro, Os regulamentadores do Texas pediram que o AriseBank, um autodenominado banco de criptomoeda, cessasse e desistise depois que suas operações foram reveladas como uma fraude .

Também em Janeiro, os escritórios búlgaros de "esquema Ponzi" OneCoin foram invadidos pelas unidades de combate à criminalidade da União Européia e múltiplas contas falsas de Charlie Lee no Twitter que enganavam seguidores sob o disfarce de brindes em LTC.

A Cointelegraph publicou um procedimento sobre como evitar ICO falsas ao investir em criptomoedas.


Siga-nos no Facebook