Golpistas hackeiam Twitter verificado para roubar cripto se passando pelo CEO do Telegram

O fundador e CEO do Telegram e sua Oferta Inicial de Moedas TON (ICO) Pavel Durov tuitou um aviso no sábado, 28 de abril, dizendo a seus seguidores que o aplicativo de mensagens está com tempos de inatividade devido ao superaquecimento dos clusters de servidores. O tuíte de Durov chamou a atenção de golpistas de falsas cripto que afirmaram, fingindo ser o CEO da Telegram, oferecer cripto aos usuários como um "obrigado por [seu] apoio".

De acordo com um relatório do domingo, 29 de abril, do parceiro da Cointelegraph, a BlockShow, Durov não está dando cripto nenhuma e os usuários são desaconselhados a interagir de qualquer forma com os golpistas.

Durov

Valeu galera pelo apoio! Agora é a sua vez de serem recompensados por algo! Por isso estou anunciando uma promoção de 5000 ETH e 1000 BTC! 

Os golpistas conseguiram sequestrar a conta verificada no Twitter de uma obscura banda musical sueca, o Club 8, e mudar seu nome e avatar para fazer com que parecesse quase exatamente como a conta oficial de Durov. Isso foi feito em uma aparente tentativa de alavancar a marca verificada para convencer os usuários a acreditar que eles estão promovendo uma oferta de criptografia legítima.

O anúncio da oferta falsa de 5.000 Ethereum (ETH) e 1.000 Bitcoin (BTC) contém links para dois sites com os endereços de carteira BTC e ETH dos golpistas, com os quais os usuários são aconselhados a não interagirem, de acordo com um alerta de segurança o detector de phishing do Metamask.

Attention

De acordo com o relatório da Blockshow, os golpistas conseguiram receber cerca de 1 BTC de vítimas desavisadas em apenas 27 minutos.

No passado, os golpistas se passaram por Pavel Durov no Twitter para convencer os usuários a entregarem suas criptomoedas. Em 29 de março, alguns fraudadores supostamente conseguiram roubar até US $ 60.000 em ETH, aproveitando-se de uma queda de energia nos servidores do Telegram.

No entanto, o caso de hoje é um feito único pelo fato de que os golpistas conseguiram invadir uma conta verificada no Twitter e alterá-la de forma a representar Durov, mantendo a marca verificada e, assim, tornando o golpe mais crível para atrair vítimas .

No início deste ano, a Cointelegraph reportou várias contas de um impostor de Charlie Lee no Twitter prometendo falsas ofertas de Litecoin (LTC), seguindo a decisão de Lee de vender todas suas holdings do LTC em dezembro de 2017. Em fevereiro, a mídia reportou outro caso no Twitter, quando pilantras postaram uma falsa oferta de 5.000 ETH se passando por Elon Musk.