'Não gostava de como os bancos controlavam meu dinheiro', diz suposto Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, alegando ser paquistanês

Como reportou o Cointelegraph um pouco mais cedo, 'Satoshi Nakamoto', revelaria hoje, 18 de agosto,a primeira, de uma série de três postagens 'reveladoras' sobre sua identidade. O material, compartilhado com a imprensa, dizia que Satoshi, após mais de 10 anos de anonimato, resovera revelar sua identidade e contar aspectos sobre a criação da principal criptomoeda do mercado, o Bitcoin.

Embora ainda não tenha revelado sua identidade, o suposto Nakamoto, publicou o texo como havia prometido e destacou que seu pai trabalhava no setor bancário e que era admirador de  Agha Hasan Abedi,, um famoso banqueiro paquistanês que que fundou a United Bank Limited (UBL) em 1959, no qual teria trabalhado o pai de Satoshi e depois o Banco de Crédito e Comércio Internacional (BCCI). 

"Mais de 1 milhão de investidores foram afetados quando o Banco da Inglaterra encerrou o BCCI em 1991 por causa de lavagem de dinheiro, suborno, contrabando e escândalos relacionados. Aprendi o quão injusto foi a morte do BCCI e que o seu fim esteve nas mãos de políticas corporativas mundiais brutais e sujas e de políticas gerais dissimuladas. Mais tarde na vida, percebi que havia alguns indivíduos dentro do BCCI cujas práticas com defeito trouxeram todo o banco para baixo."

O alegado Satoshi Nakamoto também disse que já vinha trabalhando nos ideais do Bitcoin quando realizava sua tese de mestrado que abordava a criação de Davi Chauh, o DigiCash. No entanto revelando que, possivelmente seja um paquistanês ou indiano, o suposto Nakamoto alega que o impulso final para a criação do Bitcoin foi o problema que enfrentou por ser um imigrante no Reino Unido.

"O empurrão final para o Bitcoin ser criado surgiu não apenas das minhas próprias experiências bancárias pessoais e da minha necessidade de resgatar o BCCI após sua morte injusta, mas também da Grande Recessão de 2008. Em um nível pessoal, quando visitei o Reino Unido em 2005, nenhum banco abriria suas portas para eu ter acesso a uma conta bancária porque eu não tinha um endereço permanente no Reino Unido. Sem uma conta bancária, eu não tinha acesso a instalações on-line e não sabia como superar esse obstáculo. Eu não gostava da maneira como os bancos controlavam e utilizavam o dinheiro de outras pessoas e eu queria pelo menos tentar mudar isso. Senti-me um fracasso e fui humilhado pelos bancos, por isso decidi inventar algo que permitisse a um leigo comum aceder ao dinheiro sem envolver os grandes bancos"

Segundo o suposto Nakamoto, o nome Bitcoin surgiu como uma 'homenagem' a memória de seu pai e do BCCI (B ank de Cred IT  e CO mmerce  IN ternacional). "A intenção foi criar um banco digital da Nova Era e criar um sistema com código aberto, mas tinha a intenção de tornar-se mais útil e mais polido"

WhoIs de Bitcoin.org

O registro do thebcci.net e link para o bitcoin

Para provar suas alegações, o suposto Nakamoto diz que registrou o Bitcoin.org e também o theBCCI.net, "Ao mesmo tempo, tentei registrar “BCCI” como um nome de domínio, mas não estava disponível. Como alternativa, eu registrado “theBCCI.net” usando meu nome real (...) um domínio que eu ainda possuo (...) as datas do registro dos dois nomes de domínio em 18 de agosto e 18 de novembro não foram uma coincidência".

No entanto, Satoshi Nakamoto, não seria o nome original do criador do Bitcoin que adotou o pseudomino pois acreditava que, naquela época, seu suposto nome original traria 'má sorte' e que escolheu o nome baseado no sistema de numerologia caldeu e tendo como referência seu apelido que era Shaikho (possivelmente dado pelo seu irmão).

Embora não tenha revelado como conheceu Hal Finney, declara que começou a trabalha com Finney na criação do Bitcoin em 2006, com mais afinco em 2007 e 2008. O suposto Satoshi sugere que Finney teria sido o grande programador por trás do Bitcoin, enquanto Satoshi organizaria as idéias e fazia um desenvolvimento complementar.

"Hal me permitiu escolher o que eu achava melhor para o projeto. Como eu tinha que coordenar principalmente com Hal, eu operava entre o fuso horário dele (horário do Pacífico dos EUA) ou às vezes o fuso horário do Reino Unido por causa das minhas viagens. Eu também compartilhei com ele minha preocupação sobre não usar meu laptop por longas horas e também para o meu IP não ser rastreado enquanto eu estava trabalhando no Paquistão e depois indo e voltando entre o Paquistão e o Reino Unido"

O relato termina com o suposto Satoshi lamentando a morte do amigo Hal Finney. Nas redes sociais, early adopter continuam céticos e alegam que o relato não passa de uma estratégia de maketing e que não há nada consistente no que foi apresentado.

 As novas revelações, segundo o suposto Satoshi Nakamoto, serão realizadas amanhã dia 19 de agosto às 16h (horário de Brasília) e no dia 20 de agosto também as 16h.