O fundador da Samsung deverá ser multado por guardar bilhões em 200 contas offshore, Mérito do Bitcoin

Lee Kun Hee, o bilionário fundador do maior conglomerado da Coréia do Sul a Samsung, deve ser multado por guardar bilhões de dólares em mais de 200 contas bancárias de offshore com a intenção de sonegar impostos.

Vantagens do Bitcoin

A JTBC, que é a maior rede de notícias da Coreia do Sul, publicou que Lee tem frequentemente sacado de centenas de offshores que ele possuí até o ano de 2011 e nunca reportou essas transações ao governo sul-coreano e ao National Tax Service.

O fundador da Samsung, Lee Kun Hee teve 200 contas de banco de offshore, de sua propriedade, descobertas. O governo vai taxar e multar essas contas com muitos bilhões de dólares. Pra que serve o Bitcoin? privacidade+liberdade financeira. Penetrando no mercado bancário de offshores de US$40 tri.

No início deste ano, o bilionário Prince Alwaleed bin Talal também foi quebrado pelo governo saudíta por várias acusações incluindo corrupção, lavagem de dinheiro e sonegação de imposto. Prince Talal está preso em prisão domiciliar e foi requerido que pague US$7 bi por sua liberdade.

Max Keiser, o analista financeiro altamente respeitado na RT, criticou Prince Talal por sua condenação do Bitcoin. No passado, Talal decreveu a Bitcoin como uma bolha, chamando a de "Enron in the making." Apenas alguns meses depois da critica sobre o Bitcoin, Talal foi requerido que pagasse dinheiro para o governo saudita em troca de sua liberdade, o que teria sido evitado se sua riqueza estivesse guardada em um investimento descentralizado.

"Ele [Talal] disse que Bitcoins não são bons por não ter um governo central e nem um banco central. E então uma semana depois, o banco central e o governo central confiscaram todos os seus recursos. Se ele tivesse Bitcoins , não teria tido esse problema. Ele é como um exemplo de porquê você deve comprar Bitcoins. Qualquer um que esteja pensando se deveria ou não comprar Bitcoins, veja o que aconteceu com Talal. E ainda ele é super-estimado como sendo bom com finanças."

Como o investidor em hedge fund de criptomoedas da Blocktower Chief Investment Officer e co-fundador, Ari Paul explicou, o Bitcoin é capaz de tomar conta de operações de offshore melhor do que bancos especialistas na área, como o JPMorgan. Paul cita que executivos de bancos como Jamie Dimon, CEO do JPMorgan, consideram o Bitcoin como uma concorrente graças ao seu potencial em penetrar nos US$40 tri da indústria bancária de offshores.

Como uma moeda descentralizada e fonte de investimentos, o Bitcoin oferece um nível de liberdade financeira, independência, fungibilidade, privacidade e transportabilidade que sistemas bancários de offshore não conseguem competir contra, graças a dependência de intermediários e terceiros provedores de serviços.

E sabe-se que a demanda por Bitcoins de investidores do mercado financeiro tradicional tem crescido, especialmente por investidores institucionais e do varejo.

A chave do mercado multi-trilhonário de capitalização de mercado

Muitos analistas tem dito que o preço do Bitcoin poderia passar dos US$50.000 e potencialmente entrar na região dos US$100.000 se o Bitcoin conseguir penetrar os mercado de ouro de US$8 tri, e que ainda é a principal fonte de investimentos.

E mesmo que o mercado bancário de offshores seja mais de cinco vezes o valor do mercado de ouro, especialistas como Paul consideram o Bitcoin o principal concorrente desse mercado.


Siga-nos no Facebook