Samsung nega envolvimento com registro da marca ‘Samsung Coin’

Em 10 de julho, um indivíduo nomeado Kim Nam-jin aplicou por um documento de Trademark 5 (TM5) junto ao Órgão de Propriedade Intelectual da Coréia (Korean Intellectual Property Office - KIPO) pelo registro da marca comercial “Samsung Coin”.

Segundo o documento, Nam-jin estaria tentando registrar a marca comercial tanto na grafia coreana em Hangul quanto em inglês.

Porém, segundo uma matéria de 19 de julho, um representante da Samsung disse ao CoinDesk que Kim Nam-jin não tem ligação com a gigante de tecnologia coreana Samsung. "Não trabalhamos dessa maneira", teria dito o representante.

Além disso, o texto diz que a marca registrada foi listada em categorias, incluindo programa de dinheiro eletrônico para download, cartão de dinheiro eletrônico, dispositivo de criptografia eletrônica e cartão IC com função de dinheiro eletrônico, embora blockchain e criptomoedas não sejam mencionados.

O relatório também observa que esta não é a primeira vez que Kim Nam-jin tenta registrar um termo aparentemente relacionado às criptos ligando-as a alguma gigante de tecnologia coreana.

Segundo o texto, Nam-jin também entrou com um pedido junto à KIPO pelo nome comercial ThinQ Wallet, no mesmo dia em que teria solicitado o Samsung Coin. No entanto, no caso em questão a LG Electronics já tinha registrado a marca ThinQ Wallet em 2 de julho, dando nome a uma carteira de criptografia multifuncional.

Como noticiado pelo Cointelegraph em 10 de julho, a Samsung anunciou o lançamento de seu Kit de Desenvolvimento de Software (Software Development Kit - SDK) para blockchain e aplicações descentralizadas (DApp).

O SDK é projetado para gerenciamento de contas, pagamentos e suporte a carteira fria, entre outras coisas. O mais recente Samsung Blockchain SDK seria um grande conjunto com todos os SDKs anteriores e conteria o Samsung Blockchain Keystore SDK.