O maior banco estatal da Rússia para abrir uma casa de câmbio dvirtual na Europa

O Sberbank , o maior banco estadual da Rússia , está planejando lançar uma casa de câmbio digital em sua sucursal suíça , o Sberbank Switzerland AG, segundo reportou a mídia local RBC na terça-feira, 30 de Janeiro.

O chefe dos mercados globais do banco, Andrey Shemetov, disse à RBC que o banco russo escolheu a Suíça para o local da casa de câmbio porque as autoridades russas atualmente não permitem operações de criptomoedas, enquanto casas de câmbio virtuais são legais na Suíça.

"Desejamos servir os interesses dos nossos clientes, é por isso que pensamos que precisamos ter acesso estratégico a todos os tipos de produtos e serviços", afirmou Shemetov.

Como a RBC informou, o Sberbank está atualmente desenvolvendo sua infra-estrutura comercial, mas Shemetov não especificou quando a casa de câmbio deve ser lançada.

O Sberbank não planeja fornecer transações de criptomoedas para investidores de varejo, mas está buscando operar a nível institucional. "As operações de transações de criptomoedas só estarão disponíveis para entidades legais", afirmou Shemetov, acrescentando que os investimentos em moeda digital são de alto risco devido à volatilidade do mercado.

No início deste mês , o gerente do Sberbank, Herman Gref, declarou que a criptomoeda não deveria ser banida "sob nenhuma circunstância", falando de ambas, criptomoedas e Blockchain.

"Novas tecnologias enormes cujo poder não pode ser realizado no momento".

Em 25 de Janeiro, as autoridades russas apresentaram o regulamento de ativos digitais , que define e estabelece um sistema regulamentador para criptomoedas, ICOs, mineração e comércio.

De acordo com a última atualização do projeto de lei, o ministério das finanças tem como objetivo adotar legalmente o comércio de criptomoedas, uma vez que reduziria os riscos de fraude e aumentaria as receitas fiscais do governo, devido ao potencial de transparência fiscal.

De acordo com o site local de criptomoedas Forklog , a versão final do projeto será lançada oficialmente até 1º de Julho de 2018, o que significa que a versão atual ainda pode ser alterada antes da vigência da lei.