Um projeto de lei russo requer que funcionários do governo declarem seus investimentos em criptos

Em uma entrevista recente com a Gazeta, o presidente da Comissão do State Duma Committee no mercado financeiro, Anatoly Aksakov, declarou que o atual rascunho das regras para criptomoedas russas exige que funcionários do governo declarem seus investimentos em criptomoedas.

O rascunho está atualmente em análise pelo Ministério das Finanças da Rússia e pelo Banco Central com a versão final prevista para ser lançada até 1º de julho de 2018, de acordo com o Forklog.

Hoje, os funcionários do governo não são obrigados a declarar seus ativos de criptomoedas devido à falta de definição adequada e regulação de criptomoedas, de acordo com um anúncio recente pelo Ministério do Trabalho da Rússia.

Assim, Aksakov continua em sua entrevista com a Gazeta, se as novas regras definirem as criptomoedas como propriedade, "todas as propriedades de State Duma MP devem ser declaradas, [incluindo as criptomoedas]."

A Rússia não é o único país a considerar obrigar como requisito legal para os funcionários do governo a declararem suas participações em criptomoedas.

No início desta semana, o Security Committee e o National Assembly's Administrative da Coréia do Sul apresentou um projeto de lei para exigir que os funcionários declarem seus ativos criptos. Isso aconteceu depois que alguns funcionários do Financial Supervisory Service (FSS) foram acusados de negociações internas do Bitcoin.


Siga-nos no Facebook