Rússia: Vladimir Putin sinaliza o começo da regulamentação obrigatória de criptomoedas em 1 de julho

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, sinalizou que o regulamento de criptomoedas no país deve se tornar lei "até 1º de julho" deste ano, de acordo com a publicação oficial do governo Parlamentskaya Gazeta em 28 de fevereiro.

Putin afirmou firmemente a data de lançamento de um pacote regulatório, agora chamado de Lei do Regulamento de Ativos Digitais, que apareceu pela primeira vez no ano passado.

Sua introdução vai acabar com anos de incerteza quando as criptomoedas - junto com os investidores corporativos e privados - estavam numa zona cinzenta, com as autoridades locais na Rússia levando vários movimentos contraditórios para decidir quais aspectos eram e não eram legais.

Na semana passada, um tribunal em São Petersburgo anulou uma lei promulgada em julho de 2017, que de repente proibiu a distribuição de materiais educacionais relacionadas ao Bitcoin.

"A operação dos mercados de criptomoedas traz certos riscos, e o regulamento nacional desta área é, portanto, essencial", disse o presidente da comissão de finanças parlamentar, Anatoly Aksakov, numa avaliação durante uma discussão no final de fevereiro.

Ao mesmo tempo, os legisladores em Moscou estão agora preparando as leis sobre as ICO's e crowdfunding, cujos detalhes principais continuam causando fricção entre o banco central e os ministros do governo.

De acordo com a Parlamentskaya Gazeta, o Banco Central da Rússia especificamente deseja criminalizar os investimentos em tokens de ICO's, enquanto o Ministério das Finanças (MinFin) quer regulamento.

"O banco central está contra a legalização deste tipo de moeda digital, porque que os cidadãos podem investir ativamente em instrumentos sem considerar possíveis riscos", comentou Aksakov sobre o impasse permanente.