Xpring da Ripple e a empresa por trás da Zcash estão dentre os investidores de uma startup cripto focada em privacidade

O braço de angariação de fundos da Ripple, Xpring, anunciou em um post em 17 de abril que se juntou a várias empresas para investir na Bolt Labs, uma startup com o objetivo de oferecer "pagamentos imediatos, baratos e privados" adicionando uma camada de anonimato às redes existentes.

Zooko Wilcox, CEO da Electric Coin Company - a empresa por trás da Zcash - confirmou à Forbes que sua empresa também contribuiu para a rodada de sementes da Bolt Labs. Wilcox também foi indicado como consultor da startup.

Em um post de blog que define sua visão, a Bolt Labs disse que quer criar “redes de pagamento escaláveis, rápidas e privadas que sejam tão difundidas e rivalizem com redes de pagamento tradicionais como a Visa”.

Embora o Bolt Labs tenha dito que os protocolos blockchain de segunda camada, como o Lightning Network, alcançaram um crescimento "notável", a startup disse que os canais de pagamento da Lightning não são privados por padrão, o que significa que informações sobre os beneficiários podem vazar.

De acordo com o website da startup, sua tecnologia permitirá que os pagamentos sejam feitos pelos usuários anonimamente. A Bolt Labs acrescenta que suas proteções de privacidade “dependem de provas de conhecimento zero, baseadas na pesquisa de cientistas e criptógrafos líderes”.

A Bolt Labs acredita que sua abordagem facilitará a realização de pagamentos e compras diárias usando o bitcoin (BTC,) ethereum (ETH) e Zcash.

O Zcash faz parte de uma série de chamadas moedas de privacidade que visam fornecer níveis maiores de anonimato aos usuários. Essas criptomoedas deixaram alguns reguladores internacionais preocupados - e em março, um político francês sugeriu que eles deveriam ser banidos.