Ripple é o Rei das Altcoins no Segundo Trimestre chegando a Quase 4.000%

A corrida de moedas digitais na primeira metade do ano foi vencida pelo Ripple com o seu símbolo, o XRP, que terminou o segundo trimestre financeiro com US$ 0,26, um aumento de 3.977% no acumulado do ano. No momento, ela caiu para cerca de US$ 0,19, mas seu crescimento ainda parece impressionante.

O Ripple cresceu em todo o mercado de criptomoeda, já que registrou mais de US$ 11 milhões em transações apenas no segundo trimestre deste ano, e também viu o token listado em 25 novas bolsas. Ele também possui a terceira maior capitalização de mercado no espaço - atrás de Bitcoin e Ether.

Parcerias

O XRP é diferente de alguns dos outros principais players no espaço da moeda digital, já que é propriedade da Ripple. Quando a empresa anunciou em maio que tinha planos de estruturar a venda de sua moeda, o interesse cresceu.

Miguel Vias, chefe dos mercados XRP da Ripple explica:

"Com relação ao XRP, estamos incrivelmente focados em pagamentos internacionais, acho que provavelmente somos o único recurso digital que tem um caso de uso claro em relação ao que estamos tentando fazer com o ativo".

Quanto ao futuro, Vias insinuou que novos anúncios podem ser divulgados. Vias disse à CNBC:

"Neste trimestre, você verá desenvolvimentos muito interessantes em relação à nossa parceria em pagamentos, em particular no que diz respeito ao XRP".

Crescimento surpreendente

Em 1 de janeiro, o XRP foi avaliado em US$ 0.0065, mas no final de março e no início do segundo trimestre, o preço atingiu um máximo de US$ 0,35 em 18 de maio. Ele fechou o trimestre, avaliado em US$ 0,26 e até o momento caiu mais, fixando-se em torno de US$ 0,19.

Apesar da queda, o crescimento ainda é admirável. Quanto a Vias, ele acredita que ainda existe um grande futuro para o Ripple, apesar da volatilidade de todo o mercado de criptomoedas.

"O que vimos foi um ampli abraço dos ativos digitais por instituições realmente estabelecidas. Quando você tem gente como o [Banco da Inglaterra], que fez uma [prova de conceito] conosco, bem como o Banco do Japão, dizendo que estamos considerando isso como um curso legal em algum momento - quando você vê aqueles desenvolvimentos, você não pode deixar de sentir que estamos no caminho certo, esse interesse vai continuar a crescer ", acrescentou Vias.


Siga-nos no Facebook