CEO de empresa de pesquisa Messari: Ameaças por telefone após relatório crítico ao XRP foram feitas por 'moleques descupados'

Ryan Selkis, CEO da Messari, empresa de análise de cripto, supostamente recebeu ameaças após sua empresa publicar uma análise crítica da criptomoeda Ripple (XRP). Selkis fez essa afirmação em um tuíte postado em 24 de janeiro.

A empresa de pesquisa Messari publicou um relatório em 24 de janeiro, alegando que a capitalização de mercado do XRP provavelmente está supervalorizada em 6,1 bilhões de dólares. A empresa supostamente baseou sua análise em dados de exchanges cripto e serviços de dados de criptomoeda de terceiros.

Após a publicação, o CEO e fundador da Messari, Ryan Selkis, postou um tuíte alegando que recebeu uma ligação anônima, na qual o desconhecido fazia ameaças:

“Alguém acabou de me ligar de um número de Nashville e me disse o aniversário da minha esposa. Então desliguei.

Em um próximo tuíte, Selkis anunciou que recebeu mais dois telefonemas ameaçadores e pediu a vários funcionários da Ripple - incluindo seu CEO, Brad Garlinghouse, o CTO David Schwartz e vice-presidente sênior de Marketing e Comunicações, Monica Long - para denunciar as ameaças contra sua família, que, como ele alegou, vem da comunidade XRP:

“Gostaria que @Ripple @bgarlinghouse @MonicaLongSF @CoryTV @JoelKatz @warpaul denunciassem qualquer ameaça da comunidade $xrp a minha família. Eu vou ao fbi e à polícia depois de TRÊS chamadas. Tenho que garantir que nossa família não seja surpreendida.”

Até o momento desta publicação, nem a própria Ripple nem nenhum de seus funcionários mencionados no tuíte de Ryan Selkis comentaram as supostas chamadas ameaçadoras. Tanto Messari quanto seu CEO ainda não responderam ao pedido de comentários da Cointelegraph.

Após ir a uma delegacia de polícia para relatar os telefonemas, Selkis postou outro tuíte, aparentemente confirmando que os chamadores não eram afiliados à Ripple:

"Estou na delegacia. É um molque desocupado, muito provavelmente.

Em seu recente relatório do quarto trimestre de 2018, a Ripple revelou que as vendas de seus tokens XRP caíram no terceiro trimestre do mesmo ano: a empresa vendeu US$ 129 milhões e US$ 163 milhões em tokens nos respectivos períodos de tempo.

No momento, a capitalização de mercado do XRP é de pouco menos de 13 bilhões de dólares, fazendo dele a segunda maior criptomoeda, de acordo com dados da CoinMarketCap.