Relatórios: Exchange cripto Kraken planeja oferta privada após avaliação de "US $ 4 bilhões"

A exchange cripto dos Estados Unidos Kraken está considerando uma oferta privada a investidores de alta renda, informou a Finance Magnates em 12 de dezembro, citando e-mails enviados pela empresa.

A Kraken, que atualmente é alvo de uma ação judicial por causa do suporte aos garfos concorrentes da altcoin Bitcoin Cash (BCH), teria valorizado suas ações em US $ 4 bilhões.

De acordo com a Finance Magnates, os executivos agora estão oferecendo aos principais clientes selecionados para quem o email foi enviado uma chance de adquirir mais capital, sujeito a um investimento mínimo de US $ 100.000.

"O processo de transação será feito por um serviço terceirizado, que executará verificações de investidores credenciadas, facilitará a execução de documentos de transações e o financiamento de seu investimento", afirma o e-mail.

Os envolvidos têm até o dia 16 de dezembro para sinalizar seu interesse e passarão pelo exame de elegibilidade antes de participar, acrescenta Finance Magnates.

A Kraken não respondeu a um pedido de comentário da Cointelegraph até o momento desta publicaão.

No mês passado, a Coinbase informalmente abriu mão da realização de uma Oferta Inicial Pública (IPO, na sigla em inglês) depois de ter sido avaliada em US $ 8 bilhões.

A Kraken tem procurado superar as demandas regulatórias em curso nos EUA nos últimos meses, sendo uma das apenas quatro exchanges rejeitando uma solicitação de informações das autoridades de Nova York em setembro como parte de sua investigação de exchange cripto.

O atual processo do Bitcoin Cash foca na alegação de conluio para manipular o controle da altcoin e “centralizar sua rede” após o difícil contencioso em 15 de novembro.

As consequências do evento continuam, com facções rivais colocando a culpa umas nas outras por vários problemas. O CEO da Bitcoin.com Roger Ver e o cofundador da Bitmain Jihan Wu, também são citados na ação.