Axel Springer, grande editora europeia, faz parceria com a SatoshiPay

A maior editora digital da Europa, a Axel Springer SE, fez uma parceria com a startup  blockchain SatoshiPay para permitir pagamentos diretos usando a blockchain, informou a agência de notícias de investimento London South East em 31 de janeiro.

A SatoshiPay inciou a colaboração com a Axel Springer ontem, 31 de janeiro, para desenvolver uma plataforma que permita aos leitores pagar por conteúdo usando a SatoshiPay Wallet.

De acordo com o artigo, a nova solução blockchain habilitará pagamentos diretos, eliminando o envolvimento de terceiros, e será integrada aos produtos da Axel Springer, a fim de melhorar a experiência de aceitação do usuário.

O comunicado de imprensa foi emitido pela empresa de investimentos com foco em tecnologia Blue Star Capital (BLU), que teria uma participação de 30% na SatoshiPay. A Blue Star Capital observou uma alta no preço das ações logo após o anúncio da parceria, com suas ações crescendo 20% para 0,16 pence (US$ 0,21) em 31 de janeiro, conforme relatado pelo jornal britânico Morningstar.

Valentin Schöndienst, vice-presidente sênior de novos negócios e “Sr. Blockchain” da Axel Springer, disse que a tecnologia blockchain tem o potencial de permitir uma nova opção de monetização de conteúdo, reduzindo significativamente os custos de transação.

A Axel Springer SE é a maior editora digital da Europa, detendo várias marcas de mídia conhecidas, incluindo Business Insider, Rolling Stone e outras. A empresa supostamente gerou cerca de 3,3 bilhões de euros (3,7 bilhões de dólares) em receitas totais no ano financeiro de 2015.

No início de janeiro, a ConsenSys, empresa de tecnologia blockchain, juntou-se a um projeto de desenvolvimento de uma nova plataforma de geração de receita pelo WordPress, o sistema de gerenciamento de sites mais popular do mundo. Por meio de um investimento de 350.000 dólares, a ConsenSys se uniuàs principais organizações da indústria editorial, como Google News, Instituto Lenfest de Jornalismo e a Fundação John S. e James L. Knight.