Relatório: Grupo de Ação Financeira Internacional vai preparar regras de vinculação para casas de câmbio de cripto

O Grupo de Ação Financeira Internacional (GAFI), grupo internacional que combate a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo, começará a desenvolver regras para as casas de câmbio cripto em junho, disse um oficial japonês à Reuters em 12 de junho.

As novas regras seriam uma atualização às resoluções não vinculantes que foram adotadas pelo GAFI em junho de 2015. O GAFI examinará se as diretrizes existentes sobre medidas antilavagem de dinheiro (AML) e relatórios de atividades comerciais suspeitas ainda são apropriados, e se eles podem ser aplicados a novas casas. A organização intergovernamental também investigará como trabalhar com países que baniram as criptomoedas.

O oficial afirmou que as autoridades japonesas desejam se tornar líderes no assunto e promover a adoção de novas regras vinculantes até 2019. O funcionário acrescentou que o governo do Japão espera cooperar com os EUA e países europeus sobre o assunto.

O GAFI é sediado em Paris e é composto por 37 estados membros diferentes. A organização intergovernamental foi fundada em 1989 a mando do G7.

A recente medida do GAFI segue a recente divulgação de um projeto de novas regulamentações para as casas de câmbio cripto e serviços de pagamento pelo governo canadense. As novas regras visam responder a um “número de deficiências” que o GAFI delineou em 2015, particularmente impulsionando as medidas de prevenção do financiamento da criminalidade e da lavagem de dinheiro no país.