R/GA Ventures fecha parceria com empresas blockchain locais para criar estúdio de investimentos blockchain

A R/GA Ventures, o braço de investimentos da empresa de marketing internacional R/GA, está abrindo estúdio de investimentos blockchain em Oregon (EUA), anunciou a empresa em comunicado publicado em 24 de abril.

O estúdio, chamado Oregon Enterprise Blockchain Venture Studio (OEBVS), será lançado em parceria com diversas empresas locais participantes da indústria blockchain. Nomeadamente, o anúncio cita Moda, Umpqua Bank, Portland State University, Oregon Health & Science University, Business Oregon, ConsenSys e a empresa de pesquisas em blockchain Smith + Crown.

Segundo o anúncio, o OEBVS busca construir um ecossistema baseado em blockchain e ajudar os negócios locais e instituições a competirem globalmente. O estúdio teria foco na alimentação de produtos, serviços e ferramentas de startups emergentes para resolver objetivos traçados por seus parceiros e fornecer oportunidades de negócio, orientação e parcerias.

O anúncio promete que as startups participantes do programa também receberiam mentoria de executivos da indústria e obteriam acesso aos parceiros da empresa. As áreas de interesse do OEBVS incluem varejo, seguros, saúde, finanças, esportes, manufatura, logística, energia e sustentabilidade, transporte, Internet of Things, cidades inteligentes, alimentos, propaganda e marketing.

As startups podem aplicar para o programa pelo website do OEBVS depois de 24 de abril. Esse programa será realizado fora do escritório do R/GA no distrito de Portland Pearl, a partir de 29 de julho, e será concluído em outubro com um evento de demonstração. Durante o evento, cada startup poderá apresentar seu trabalho para líderes do setor, parceiros, investidores e clientes da comunidade de tecnologia.

De acordo com o Crunchbase, a R/GA é uma agência de conselharia internacional com base em Nova York, com balanço anual estimado em US$ 377,9 milhões.

Como o Cointelegraph noticiou na última semana, a famosa tenista Serena Jameka Williams revelou que lançaria sua empresa de investimentos Serena Ventures e silenciosamente investiu em mais de 30 empresas, entre elas a grande exchange Coinbase.

Também na semana passada, a Reuters noticiou que o investimento de capital de risco em startups de criptomoedas e blockchain teria uma nova disparada em 2019.