PwC faz parceria com a plataforma de empréstimos descentralizada para fornecer expertise em lançamento de stablecoin

A gigante de auditoria PricewaterhouseCoopers (PwC) fez uma parceria com a Cred, uma plataforma descentralizada de empréstimos, para fornecer conhecimento técnico no lançamento de seu stablecoin apioado em USD, anunciou a empresa na segunda-feira, 8 de outubro.

No anúncio, a empresa de serviços profissionais afirmou que a nova parceria é projetada para impulsionar o atual mercado de criptomoedas com preços atrelados ao dólar nos EUA, trazendo mais confiança aos investidores.

A PwC está divulgando seu serviço como uma solução para os principais problemas associados ao mercado de stablecoin, como transparência e “comprovação”, que afastam um grande número de investidores do mercado.

Com a parceria, a firma de auditoria observa que planeja garantir uma “perspectiva valiosa sobre como os padrões podem ser aprimorados”, a fim de fornecer “um conjunto de funções de reserva mais transparente”. A declaração acrescenta:

"Muitos investidores estão à procura de ativos em cripto que podem ser atrelados a uma moeda fiduciária estável, como o dólar dos EUA, mas esses ativos exigem um livro-razão distribuido construído para ativos descentralizados, que podem fornecer 100% de transparência e comprovação de valor."

A empresa também afirmou que fornecerá aos clientes informações úteis sobre o gerenciamento, segurança e gerenciamento de riscos. Grainne McNamara da PwC, líder na área de blockchain e criptomoedas nos EUA, comentou que o novo stablecoin é uma tentativa de dar um novo impulso ao desenvolvimento de uma “classe de ativos em rápido desenvolvimento” em um “maior nível de conforto”.

No final de setembro, o fundo de capital de risco norte-americano  Andreessen Horowitz investiu US $ 15 milhões numa startup de blockchain MakerDAO (MKR), a firma que apóia o stablecoin atrelado com USD, Dai (DAI).

E no início de setembro, os gêmeos Winklevoss, fundadores da plataforma de negociação de cripto Gemini, obtiveram permissão dos reguladores de Nova Iorque para lançar seu próprio stablecoin apoiado por USD. Posteriormente, os pesquisadores de segurança apontaram uma característica do recém-lançado Gemini dollar (GUSD), que permite ao custodiante mudar completamente qualquer transação dentro da rede GUSD a cada 48 horas.

Hoje, a Cointelegraph informou sobre quatro gigantes de serviços profissionais, incluindo a PwC, que montou um sólido plano sobre o blockchain de longo prazo para manter a liderança na indústria de cripto e blockchain.