Sócio da SMC Capital diz que altos volumes de negociação de criptomoedas vêm do crescente interesse do comércio varejista

Mikhail Mironov, sócio da empresa de investimento de risco SMC Capital, afirmou que os altos volumes de negociação de fim de semana de Bitcoins e criptomoedas são decorrentes do crescente interesse do comércio varejista. O empresário deu entrevista ao site Bitcoinist em 1 de junho.

O mercado de criptomoedas teve uma alta de volume de negociações durante o fim de semana. A alta de volume acontece durante o intervalo de negociação de grandes mercados de Bitcoin, como o mercado futuro de BTC da CME (Chicago Merchantile Exchange). Estes mercados regulados são geralmente utilizados por grandes investidores institucionais e não investidores do varejo.

Mikhail Mironov disse que acredita que o aumento do volume nas negociações de fim de semana se deve ao aumento no interesse do mercado de varejo chinês. Falando para o site Bitcoinist, Mironov revelou:

"O comércio varejista da China está em ascensão e merece nossa atenção. Já ouviu falar de Biki, Bliss e MXC ou Zg.com? Estas são todas as novas exchanges de criptomoedas na China continental lançadas nos últimos meses. Eles já administram negócios com milhões de usuários adquiridos por meio da implantação de grandes campanhas de marketing, e isso ocorre em meio à infame proibição de comércio de criptomoedas. Para adicionar, o zg.com é uma plataforma fiat-crypto que aceita o RMB chinês."

Mironov também acredita que as ofertas iniciais de exchanges (IEOs) podem ter um grande impacto no mercado atual. As IEOs são ofertas iniciais de criptomoedas iguais às ICOs. A diferença é que as moedas são lançadas diretamente nas exchanges - antes a negociação era feita no site oficial de cada projeto.

Mironov também falou sobre um outro fator importante para o movimento ascendente de negociação de Bitcoin no varejo chinês - o surgimento de novas exchanges. O marketing em massa utilizado por essas novas exchanges fez com que muitos que eram alheios à esse mercado passassem a conhecê-lo.

A entrada de novos traders no mercado de criptomoedas também é apontada como uma das causas do crescente volume no fim de semana. Segundo o empresário, os participantes do mercado de 2019 são bem diferentes dos especuladores inexperientes que fomentaram a febre de 2017.

Além disso, o WeChat - a maior plataforma de mídia social chinesa com mais de 1 bilhão de usuários mensais - viu um crescimento muito grande nas pesquisas por Bitcoin e criptomoedas nos últimos meses. Mironov complementou:

"No segundo trimestre deste ano, a KuCoin viu um tráfego mensal duplicado devido à recente corrida de Bitcoin. O volume diário de negociações da exchange global chega a 200 milhões, quase triplicou em comparação ao número de dois meses atrás. O KuCoin agora já tem 5 milhões de usuários em todo o mundo e continua crescendo rapidamente. Em regiões emergentes como a SEA e o Sul da Ásia, por exemplo, a KuCoin experimentou um crescimento drástico de usuários nas últimas duas semanas."

O mercado asiático de ativos digitais não para de crescer e evoluir. Conforme reportado anteriormente, a Huobi Group está desenvolvendo em conjunto uma nova blockchain pública para serviços financeiros descentralizados (Defi).