Comunidade indignada pró-BTC denuncia que Bitcoin.com está enganando os compradores ao comprarem BCH

Um movimento comunitário de suporte ao Bitcoin (BTC) evidentemente se galvanizou, alegando que a Bitcoin.com está enganando os compradores na compra do Bitcoin Cash (BCH) ao invés do Bitcoin, com usuários indignados lançando o site bitcoincomlawsuit.info para reunir reclamantes e doações. .

O grupo também criou um canal no Telegram, criado pelo usuário do Twitter @MoneyTrigz, que reuniu 911 membros até o momento. Um dos apoios do movimento liderado pela comunidade publicou uma explicação da alegação no Twitter hoje, 28 de abril:

Se você perdeu bitcoin por causa de linguagem enganosa, símbolos de ticker, gráficos ou fotos em qualquer site ou carteira de Roger Ver (como a Bitcoin.com), por favor envie seu relatório para: https://t.co/Tvk2YG4bju também temos um Grupo no Telegram.

O site recém-lançado aceitará em breve doações de Bitcoin em apoio ao nivelamento de uma ação prometida contra a Bitcoin.com, que usuários indignados afirmam ter recentemente modificado sua interface para embotar a distinção entre Bitcoin e Bitcoin Cash, uma moeda que se formou do blockchain do Bitcoin em agosto de 2017 e desde então vem competindo com o Bitcoin pelo reconhecimento da marca.

Como os usuários prejudicados ressaltam, a Bitcoin.com, que fornece uma carteira de suporte a BTC e BCH, mostra aos compradores os logotipos das criptomoedas na mesma cor (ao contrário, por exemplo, da carteira e serviço de câmbio Coinbase), além de se referir ao Bitcoin como "Bitcoin Core", o nome do seu software cliente, em vez do mais amplamente reconhecido "Bitcoin".

Bitcoin.com

Muitos usuários indignados chegaram a ponto de sugerir que essas práticas equivalem a “fraude”. A controvérsia atual está forçando uma fissura entre o criador do Bitcoin.com e grande proponente do BCH, Roger Ver, e pesos-pesados da indústria de cripto, como Erik Voorhees, CEO da ShapeShift:

Pare com a fraude @rogerkver

No início deste ano, um instituto do governo dos EUA se aventurou por águas turvas, ao publicar um documento oficial de pesquisa que alegava erroneamente que o Bitcoin Cash era o Bitcoin “original”, enquanto Bitcoin era seu “fork”.