Crescente apetite por Blockchain na Índia

Há mais espaço para que a tecnologia Blockchain cresça na segunda maior economia da Ásia, a Índia.

Embora a tecnologia ainda esteja em seu estágio incipiente, ela abriu estradas várias indústrias adentro em nível mundial, inclusive na Índia, onde seu potencial para criar um impacto generalizado no setor de serviços bancários e financeiros está se tornando mais visível e ganhando interesses.

Os interesses aumentaram o número de casos de uso baseados em Blockchain que poderiam gerar eficiência operacional e melhorar a experiência do cliente no setor de serviços financeiros da Índia, diz o Diretor de Informações do quinto maior banco do setor privado da Índia, o YES BANK, Anup Purohit.

"Há vários experimentos sendo realizados na tecnologia de livro-razão distribuído, como testar o uso de contratos inteligentes levando a contratos autoexecutáveis, transformando a antiga carta de crédito ou agilizando e encurtando o processo de financiamento comercial sem muita intervenção intermediária ou processamento KYC, etc.".

O banco, que alavancou a tecnologia para oferecer uma experiência bancária melhorada, é um daqueles que se interessam pelo Blockchain por seus processos, transparência, segurança e conexões perfeitas para manter registros e fazer transações mais rápidas.

A Purohit explica que eles estão criando uma solução bancária Blockchain para seus clientes, que teria um impacto imediato e mensurável e proporcionaria um salto quântico em relação ao processo atual.

Purohit afirma por e-mail:

"Consequentemente, fomos o primeiro na indústria a implementar uma transação multinodal Blockchain para digitalizar completamente o financiamento de fornecedores para um dos nossos clientes corporativos. Todo o debate baseia-se na capacidade dos bancos de desenvolver soluções em tecnologia existente e personalizá-la para clientes domésticos/corporativos, que acreditamos que os bancos indianos estão totalmente orientados. Desenvolvimentos inovadores em novas tecnologias como o Blockchain nos ajudam a oferecer melhores soluções aos nossos clientes, melhorar suas operações comerciais e fortalecer nossas relações bancárias com elas".

Junto com o programa de aceleração do banco - o YES FINTECH - em apoio ao primeiro estágio de start-ups Blockchain - há seu segundo lançamento de coorte programado para o final deste ano. Ele acredita que mais empresas indianas melhorarão suas operações de produtos e escala com o tempo. Além da solução Blockchain para Financiamento de Fornecedores, o banco também se associou ao Ripple para soluções baseadas em remessas construídas na plataforma Blockchain.

Para o CEO do Auxesis Group, Akash Gaurav, o advento do Blockchain através do Bitcoin "criou uma centelha de uma nova era de tecnologia através da qual a humanidade pode ser completamente redesenhada". Ele acrescenta que a tecnologia está direcionando a pesquisa mais crível na história de Ciência da Computação. A empresa da Gaurav vem trabalhando com alguns estados do norte da Índia para construir seus próprios sistemas de gerenciamento de benefícios e também apoia o governo a lançar o primeiro cartão VISA impulsionado pelo Blockchain no sul da Índia.

"Eu diria que a Índia começou a criar sua marca devido à participação ativa e apoio dos governos estaduais. O projeto como o AuxLedger, que agora possui 53 milhões de IDs, é um dos maiores projetos Blockchain desenvolvidos no mundo. A Índia também possui seu próprio BankChain, que é um consórcio de bancos iniciado pelo Banco do Estado da Índia para fazer avançar esse esforço, pois acredita que é essencial que os bancos colaborem e desenvolvam soluções Blockchain para o melhoramento do setor financeiro. O interesse foi demonstrado por muitos outros bancos, como Axis, YES, HDFC etc."

- Akash Gaurav, CEO do Grupo Auxesis

Recentemente nomeada como uma das top 100 empresas Blockchain mais influentes do mundo, o Grupo Auxesis iniciou a partir do IIT Bombay com presença em Londres e San Francisco.

O cofundador da Cxihub, que agora está completando o que foi descrito como a primeira casa de câmbio peer-to-peer de Bitcoin da Índia com lançamento para outubro, diz que a start-up está explorando o mercado Blockchain negociando Bitcoins depois de estudar a tecnologia"... e descobriu que isso poderia fazer maravilhas. Então, agora temos um grande objetivo: não deixar a India empacar na corrida Blockchain".

Abhishek Bourai diz:

"A Índia sempre tem sido resistente à novas tecnologias. E uma casa de câmbio de Bitcoin é nosso primeiro passo para se envolver na corrida Blockchain. Também estamos construindo uma comunidade Blockchain na Índia, que dará aos entusiastas e desenvolvedores indianos Bitcoin/Blockchain uma plataforma onde qualquer pessoa que enfrente problemas possa receber ajuda da comunidade. E assim todos poderiam contribuir para o Blockchain".