OmiseGo imperturbável quanto ao banimento das ICOs pela China

A OmiseGo mudou para eliminar os rumores de que a empresa pode ser impactada pela repressão da China às ICOs. Através de uma postagem no Reddit, a OmiseGo assegurou a todos que a proibição da China em relação as ICOs não prejudicará necessariamente a rede OMG.

Na postagem, a OMG disse que a proibição da China apenas se refere a moedas descentralizadas, o que significa que não afeta necessariamente a rede OMG:

"A rede OMG é agnóstica de moeda e a estrutura de carteira digital de código aberto que oferecemos, permitirá às empresas de serviços financeiros selecionar quais serviços eles fornecem aos usuários finais, de acordo com os regulamentos que devem seguir".

OmiseGoing

Com tal transparência e atualizações constantes dos administradores da OMG, muitos investidores foram assegurados da resiliência de longo prazo da empresa. Muitos louvaram a OMG por sua transparência e por garantir ao público que eles ainda podem manter a 'OmiseGoing'.

O "Redditor" koocer diz:

"Boas novidades e ótimos momentos para estocar mais OMG :)"

Benkeele, por outro lado, diz:

"É por isso que estou fortemente com a OMG. Nós acreditamos".

E soar-x diz:

"Excelente comunicação, isso me deixa orgulhoso como investidor"

Regulação do PBoC

O mercado de ICO chinês está em queda livre depois que o Banco Central da China declarou as Ofertas Iniciais de Moedas ilegal.

O Banco Popular da China anunciou anunciou sua posição sobre as ICO no país e que concluiu suas investigações sobre as ICO.

Verificou-se que os tokens utilizados nas ICOs não são emitidos pelas autoridades monetárias, não têm propriedades legais e monetárias, tais como indenização e coerção, não têm status legal equivalente a dinheiro e, portanto, não podem e não devem ser distribuídos como uma moeda no mercado.

Com essa determinação, é certo que todas as atividades futuras envolvendo ICOs serão punidas, enquanto aqueles que já completaram suas ofertas serão penalizados. Os reguladores também disseram que aqueles que já arrecadaram dinheiro devem re-embolsar aos seus investidores.

Jehan Chu, sócio-gerente da Kenetic Capital Ltd. em Hong Kong, diz:

"A China, devido ao seu tamanho e como um dos mercados de IPO mais especulativos, precisava tomar uma ação mais firme, então isso está um pouco em jogo, talvez não na mesma medida, o que estamos começando a ver em outras jurisdições - A breve história é que todos sabemos que os regulamentos estão chegando".