'O sucesso do Bitcoin depende dele resolver problemas reais' afirma COO da Bakkt

Adam White, diretor de operações da Bakkt, e Jennifer Ilkiw, vice-presidente da Ásia-Pacífico na ICE, discutiram o plano de ação da plataforma para o futuro e deram suas opiniões sobre os próximos passos do Bitcoin em uma recente entrevista à EJ Insight.

O lançamento dos aguardados contratos futuros de Bitcoin da Bakkt - o Bakkt Bitcoin Futures -, em setembro passado, foi um dos destaques do mercado de criptomoedas neste ano. Muitos analistas acreditam que o produto pode aumentar a adoção das criptomoedas pelos chamados investidores institucionais.

E enquanto os futuros de BTC da Bakkt tiveram um início lento, nas últimas semanas a plataforma conseguiu registrar um volume significativo de negociações e contratos em aberto.

Adam White enfatizou que o produto atual da Bakkt ajuda seus usuários em termos de descoberta de preços e cobertura contra os riscos deste mercado.

No entanto, o COO acredita que a utilidade do Bitcoin não melhorará apenas com base nos casos de uso do mercado. Ele adicionou:

“As pessoas realmente precisam usar ativos digitais como Bitcoins para resolver problemas reais; é o que chamamos de adoção e utilidade."

White também disse que uma divisão separada da Bakkt está trabalhando na construção de novos produtos e serviços para aumentar o fator de adoção e utilidade do Bitcoin. 

Ele ainda comentou sobre o interesse crescente do mercado nas moedas estáveis - as famosas stablecoins.

Se disse ansioso pelo desenvolvimento deste mercado e que a evolução em torno desses ativos digitais lastreados por moedas nacionais o deixou empolgado com o futuro da indústria. 

Um dos focos da Bakkt é a custódia de ativos digitais, mas a empresa ainda não faz o serviço de custódia de moedas estáveis. White falou sobre a possibilidade de oferecer este serviço caso a demanda aumente no futuro.

White também falou sobre o projeto de moeda digital do Facebook, o Libra. O executivo acredita que o projeto vem enfrentando problemas pois o Libra está enfrentando barreiras legais que nunca foram testadas. Ele complementou:

"O importante é a tendência de criação desses projetos e a tentativa de avançar. Não será sem desafios reais, mas há um aspecto nessa tecnologia que pode ajudar a impedir que coisas ruins aconteçam e outras coisas como dinheiro não podem.”

Um dos assuntos mais comentados no mundo das criptomoedas é o mercado de moedas estáveis como a Libra do Facebook. Como mostrou o Cointelegraph, cerca de 90% do mercado de criptomoedas da Ásia é realizado com moedas estáveis.