Nimiq adquire 9,9% de participação no WEG AG da Alemanha para se tornar a terceira proprietária do banco cripto

O sistema de pagamentos blockchain baseado em navegador Nimiq adquiriu uma participação de 9,9% no WEG Bank AG da Alemanha, de acordo com um anúncio oficial publicado em 3 de abril.

A aquisição da participação surge como parte da nova parceria estratégica da Nimiq com o WEG Bank AG e a AgoraTech, exchange descentralizada de criptomoedas (DEX) suíço-maltesa.

Os três parceiros estão trabalhando para criar uma ponte de cripto para fiduciário que permita a troca perfeita de valor entre os sistemas bancários cripto e tradicionais, afirma o anúncio.

Como a postagem de hoje observa, sua abordagem - usando uma exchange descentralizada como a Agora.Trade como um componente vital - concentra-se em transferências de valores em cripto que não dependem de um intermediário único e centralizado (como um processador centralizado de câmbio ou pagamento de cripto) e elimine a necessidade de confiar chaves privadas de proprietários de ativos cripto a terceiros.

O projeto em evolução, batizado Nimiq Oasis, terá como objetivo conectar diferentes mercados de criptomoedas por meio da exchange sem custódia Agora.Trade ao sistema do WEG, que tem acesso à rede SEPA Instant Banking em toda a Europa.

O apoio da SEPA pode permitir que o projeto implemente seus serviços de cripto com acesso a uma rede de mais de 2.000 bancos em 20 países europeus, observa a Nimiq, propondo um prazo de lançamento direcionado antes do final de 2019.

O objetivo dos parceiros de permitir a troca de valor entre os sistemas cripto e fiduciários inclui o foco em tornar depósitos fiduciários compatíveis com a blockchain do WEG. Embora o anúncio de hoje apenas aluda a isso em princípio, um post anterior da Nimiq esclareceu que o projeto visa:

“Estabelecer o euro em si como a contraparte programável para uma transação cruzada não custodial. Em termos simples, isso significa que, em uma transação para comprar ou vender a cripto, a contraparte poderia agora ser uma correntista do euro”.

Notavelmente, tanto a Fundação Litecoin (LTC) quanto a empresa de pagamentos cripto-fiduciário TokenPay possuem cada uma participação de 9,9% no WEG AG Bank - um fato que a Nimiq hoje observa que poderia abrir a possibilidade de novas colaborações entre o banco e as empresas de cripto.

As ações de todas as três partes interessadas são limitadas a 9,9%, conforme a lei bancária alemã, nenhuma entidade pode possuir mais de 9,9% de um banco sem aprovação regulamentar adicional.

Assegurar a liquidez fiduciária para as bolsas não custodiais e descentralizadas tem sido até o momento mais lento do que para suas contrapartes centralizadas. A principal exchange cripto centralizada americana Coinbase deu um passo adiante ao buscar sua própria carta bancária federal desde a primavera do ano passado.