Relatório da Nikkei: Coincheck

A problemática casa de câmbio de Bitcoin japonesa Coincheck supostamente "aceitou" uma oferta de compra do corretor on-line Monex Group, informa a Nikkei em 5 de abril.

Citando fontes anônimas, a publicação afirma que a Monex confirmou uma oferta para comprar a Coincheck em um acordo que incluirá “vários bilhões de ienes” em investimento.

Além disso, o atual CEO Koichiro Wada e o COO Yusuke Otsuka deixarão os cargos, o primeiro substituído pelo CEO da Monex, Toshihiko Katsuya.

"A forma exata do investimento ainda está sendo finalizada, com detalhes a serem anunciados já na sexta-feira", continua a Nikkei.

Katsuya é "considerado uma boa escolha para reconstruir a tumultuada casa de câmbio de criptomoedas, por conta de sua experiência como presidente do braço de corretagem on-line da Monex".

Quando a Nikkei relatou pela primeira vez os rumores da compra, a Monex foi rápida em divulgar uma declaração oficial negando qualquer acordo oficial.

"Avançando, se houver fatos determinados pelo Monex Group, Inc. que precisem ser divulgados, faremos isso de maneira oportuna e apropriada", escreveu, sem mais comentários sobre a Coincheck desde que a história veio à tona.

O hack de US $ 530 milhões na Coincheck em janeiro deste ano resultou em uma reorganização do setor de câmbio do Japão, com algumas operadoras desaparecendo do mercado.