ONG diz que a iniciativa 'Diamantes de Sangue' falhou, nova solução Blockchain De Beers' em destaque

A IMPACT, uma ONG canadense, deixou a iniciativa do Processo Kimberley em 22 de janeiro, citando o fato de que o acordo global para evitar lidar com "diamantes de sangue" não atendeu aos seus objetivos.

Joanne Lebert, diretora executiva da IMPACT, disse ao Financial Times,

"Não há garantia significativa de que um diamante é livre de conflitos [...] O público está com a impressão errada de que o problema está resolvido. Eu acho que é hora de desafiar essa narrativa novamente."

O anúncio da IMPACT ocorre uma semana depois que De Beers, um dos maiores produtores de diamantes, revelou uma iniciativa piloto com a tecnologia Blockchain para garantir que seus diamantes sejam livres de conflitos.

O programa Blockchain De Beers é projetado para impedir que os diamantes de conflitos entrem nos mercados rastreando cada diamante a partir do momento em que é minado.

Seu website diz:

"Este único livro registro digital de diamantes, inviolável, irá sustentar a confiança nos diamantes e criar um registro permanente para cada diamante registrado que seja tão eterno como o próprio diamante."

De Beers disse à FT que sua nova iniciativa não foi projetada para consertar ou substituir o Processo Kimberley. A empresa promete continuar a apoiar o acordo global, mesmo com seus experimentos com o Blockchain para garantir o comércio de diamantes sem conflitos.


Siga-nos no Facebook